Amazonas Notícias

Participação feminina na indústria musical cresce em 2023, revela relatório do Ecad

Em celebração ao Dia Internacional da Mulher, o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad) lançou o relatório “Mulheres na música”, evidenciando um avanço significativo na participação feminina na indústria musical em 2023. O estudo busca não apenas apresentar o cenário atual, mas também promover um debate sobre a importância de um ambiente mais inclusivo e inspirador para as mulheres na música.

Segundo o relatório, houve um aumento no número de mulheres recebendo direitos autorais, passando de 25 mil em 2022 para 29 mil em 2023. Além disso, a presença de compositoras nas listas das músicas mais tocadas no Brasil cresceu, com 25% das 20 músicas mais executadas em shows no ano passado sendo de autoria feminina, comparado a uma menor representação no ano anterior.

O documento também destaca o crescimento da participação feminina entre os 100 autores com maiores rendimentos em direitos autorais, que dobrou de 3% em 2019 para 6% em 2023. Esses avanços são vistos como essenciais para impulsionar a conscientização do mercado sobre a contribuição das mulheres e a necessidade de ampliar sua atuação na música.

O relatório “Mulheres na música” compila dados sobre diversos aspectos da execução pública e distribuição de direitos autorais, focando nas mulheres como titulares de música. Esta é a quarta edição do estudo produzido pelo Ecad, que se baseia em informações coletadas junto às associações de música que compõem a gestão coletiva no Brasil.

A superintendente executiva do Ecad, Isabel Amorim, enfatiza a importância da presença feminina na indústria como fonte de inspiração para futuras gerações, destacando o papel das mulheres como modelos de sucesso em uma indústria tradicionalmente dominada por homens.

Este relatório é um passo importante para a reflexão sobre equidade de gênero na música, servindo como uma ferramenta para promover mudanças significativas e assegurar que mulheres tenham mais espaço e reconhecimento em todos os aspectos da indústria musical.

Relacioandos