Take a fresh look at your lifestyle.

Passou o carnaval no frio? Não sofra com o calorzão no retorno

-publicidade-

Mudança brusca de temperatura pode causar desconfortos; veja dicas para amenizar o efeito

Muita gente aproveitou o carnaval e o verão brasileiro para viajar para o litoral e curtir a folia nas praias. Mas há quem prefira fugir do calor do hemisfério sul e optar por viagens para os países frios, que estão no inverno nesta época do ano.

Deixando de lado gostos pessoais, é preciso cuidado com as mudanças bruscas de temperatura na volta de uma viagem, como alerta Matthias Kuehn, diretor da Allianz Saúde. “Essa mudança muito grande de temperatura e de maneira tão rápida reduz a capacidade de defesa do organismo e, por isso, percebemos um aumento nas crises respiratórias e queda de pressão”, diz.

O chamado choque térmico acontece quando o corpo está frio e precisa fazer adaptações rápidas para um local muito mais quente, ou vice-versa. O organismo humano está habituado a trabalhar em uma temperatura média de 36,5ºC e variações muito grandes, para mais ou menos, geram problemas respiratórios e de circulação.

Um dos primeiros sinais quando a pessoa sai de um ambiente frio para o quente é a variação da pressão arterial. O perigo maior é para quem já tem problemas de circulação e hipotensão, podendo ser agravado com mal-estar e vertigem. A dilatação dos vasos sanguíneos também pode deixar partes do corpo mais inchadas, como os pés.

É comum dizer que o calor causa moleza e a afirmação é verdadeira. Resfriar a temperatura interna exige muita energia, assim como aquecê-la. Por isso, o corpo trabalha mais e sobra menos energia para as demais funções.

Quem também sofre com a mudança brusca de temperatura é o coração, que pode entrar em descompasso causando arritmias cardíacas e, em casos mais extremos, desencadear um infarto.

5 dicas para amenizar os efeitos da mudança de temperatura

O estresse sofrido pelo corpo para adequar-se à nova temperatura traz uma série de alterações na cadeia metabólica. Algumas ações simples podem ajudar o organismo nessas mudanças e aliviar o corpo na árdua tarefa.

1. Hidrate-se. Se você sabe que vai chegar a um local muito quente, prepare-se tomando mais água do que o habitual e leve consigo uma garrafinha, para tomar pequenos goles durante todo o caminho.

2. Adeque sua roupa na viagem de volta. Mesmo não sendo possível sair da Europa de shorts e camiseta, escolha peças leves por baixo e casacos que possam ser facilmente retirados assim que chegar no verão do hemisfério sul. Também prefira cores claras, pois absorvem menos o calor.

3. A pele e os olhos darão sinais de mudança ao primeiro raio de sol. Tenha a mão protetor solar e soro fisiológico para hidratar rosto e braços, bem como lavar os olhos e nariz ao notar desconfortos.

4. Aumente a ingestão de frutas, verduras e comidas não gordurosas. A nova dieta não tem a ver com peso, mas sim com a sobrecarga ao corpo. O organismo já estará tão atarefado com a adequação de temperatura que você pode aliviar outros órgãos, como o estômago, preferindo alimentos de fácil digestão.

5. Atenção à temperatura muito baixa do ar condicionado. Médicos recomendam que o aparelho em 22 graus. Ainda assim, é preciso certificar-se quanto a limpeza e manutenção do aparelho. Se perceber secura no ambiente, por conta do ar, uma bacia de água ao lado da mesa ou da cama podem trazer mais conforto.

Sobre a Allianz Seguros

No País há mais de 110 anos, a Allianz Seguros atua no Brasil em ramos elementares e saúde empresarial e está presente em todo o território nacional por meio de mais de 50 filiais.

A Allianz Seguros é uma empresa do Grupo Allianz, um dos líderes globais em seguros – o maior da Europa – e um dos maiores investidores do mundo, gerenciando cerca de 673 bilhões de euros em nome de seus segurados e administrando mais de 1,4 trilhão de euros de ativos de terceiros por meio da Allianz Global Investors e PIMCO. Em 2018, o Grupo Allianz alcançou receita total de 131 bilhões de euros e lucro operacional de 11,5 bilhões de euros.

O Grupo Allianz está presente em mais de 80 países e seus clientes corporativos e de varejo passam de 88 milhões. Além de oferecer seguros de propriedade, vida, saúde, crédito, corporativos globais, e serviços de assistência, a Allianz também se destaca em estudos de sustentabilidade e nos investimentos em fontes renováveis de energia. Graças à integração sistemática de critérios ecológicos e sociais em processos de negócios e decisões de investimento, o Grupo Allianz é a seguradora líder no Índice Dow Jones de Sustentabilidade.

-publicidade-