Take a fresh look at your lifestyle.

Pesquisadora Rita Mesquita é homenageada com Medalha de Honra nos 90 anos da UFMG

-publicidade-

Natural de Belo Horizonte e egressa do curso de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a pesquisadora Rita Mesquita tem experiência na área de Ecologia com ênfase em Manejo de Áreas Degradadas

Como parte das comemorações pelos 90 anos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), profissionais formados na Instituição foram homenageados com a “Medalha de Honra UFMG”. Entre os agraciados, a pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), a doutora em Ecologia de Ecossistemas Rita de Cassia Guimarães Mesquita.

Em cerimônia, que ocorreu na noite da última segunda-feira (3), em Belo Horizonte (MG), 15 personalidades foram condecorados com a medalha. Esta é a 7ª edição do evento. Os homenageados são todos egressos naquela Universidade e, hoje, são referências em suas áreas de atuação.

A outorga do título se dá por indicação das unidades acadêmicas originárias de cada homenageado, além de indicações especiais da Reitoria. A pesquisadora Rita Mesquita graduou-se em Ciências Biológicas pela UFMG, em 1985, e foi indicada pelo Instituto de Ciências Biológicas da UFMG.

Para Mesquita a homenagem recebida como ex-aluna da UFMG foi uma surpresa, uma alegria e uma honra. “Significou para mim o reconhecimento do trabalho que desenvolvo aqui na Amazônia e mostra que estamos ultrapassando nossas fronteiras e tendo repercussão perante a sociedade – algo que todos nós, servidores públicos, devemos almejar”, diz a pesquisadora ao comentar sobre a condecoração. “Compartilho esta homenagem com todos aqueles que colaboram com minhas atividades aqui no Inpa”, destaca.

Além da pesquisadora do Inpa, também foram condecorados, por exemplo, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Cámen Lúcia, e o cartunista Ziraldo. Desde a criação da honraria (2000), a medalha foi entregue a 123 personalidades graduadas na UFMG, nove das quais homenageadas postumamente, como os poetas Carlos Drummond de Andrade (Farmácia), o presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira e o escritor João Guimarães Rosa, ambos formados em Medicina.

Sobre a homenageada

Rita Mesquita é natural de Belo Horizonte (MG) e faz parte do quadro de pesquisadores do Inpa. Obteve o título de Mestre em Biologia (Ecologia) pelo Inpa (1989) e de Doutora em Ecologia de Ecossistemas pelo Institute of Ecology University of Georgia (1995). Tem experiência na área de Ecologia com ênfase em Manejo de Áreas Degradadas.

Foi secretária adjunta de Gestão Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável do Estado do Amazonas, no período de 2004 a 2008. Coordenou trabalho de criação e implementação de unidade de conservação, zoneamento ecológico e formulação de legislação sobre gestão ambiental.

Entre 2008 e 2012, foi uma das coordenadoras do Jardim Botânico de Manaus e diretora-técnica do Museu da Amazônia. Atualmente, coordena o Programa de Mestrado Profissional em Gestão de Áreas Protegidas da Amazônia do Inpa. Tem ainda se dedicado à divulgação científica, extensão rural e popularização da ciência.

-publicidade-