Um esquema que movimentou mais de R$ 80 milhões com o desmatamento da Amazônia é alvo de nova operação da Polícia Federal, na manhã desta sexta-feira (12), em cinco estados que compõem a Região Norte do País.

Mais de 150 policiais cumprem mandados de prisão e busca e apreensão em casas de funcionários do Ibama, madeireiros e empresários do seguimento ambiental. A operação denominada “Florestas de Papel” a desarticulação do esquema milionário em Roraima, Amazonas, Mato Grosso, Maranhão e Pará.

São cumpridos oito mandados de prisão, 56 de busca e apreensão e quatro de suspensão de atividades econômicas. Um empresário que estava de férias em Fortaleza foi preso nesta manhã.

Segundo a Polícia Federal, o esquema criminoso originou um desmatamento de 260 mil metros cúbicos de madeira ao longo dos últimos anos.