27.3 C
Manaus
sexta-feira, fevereiro 23, 2024

PIM recebe reforço com Grand Prix de Inovação do SENAI

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Amazonas) definiu nesta terça-feira (3) os três desafios a serem trabalhados no Grand Prix de Inovação, que acontece em Manaus de 8 a 10 de abril deste ano. Os desafios foram definidos a partir de três temas apresentados durante café, na sede do SENAI, com representantes de empresas do Polo Industrial de Manaus (PIM).

Energia e comunicação em ambientes remotos, Sistema de Suprimentos e Reuso de produtos eletrônicos foram os temas escolhidos para desenvolvimento nos três dias do GP. Depois de definidas, as propostas foram discutidas e avaliadas em grupos, tendo como um dos principais critérios a ligação com a área de eletroeletrônicos e indústrias.

“A intenção do SENAI com a realização do Grand Prix de Inovação no Amazonas é voltar o olhar para as empresas do PIM, para as ideias inovadoras que poderão ajudar muito a alavancar as demandas impostas às empresas”, disse o diretor do Instituto SENAI de Inovação, José Casarini.

A escolha dos desafios para o Grand Prix Regional foi feita através de ‘brainstorm’ pelos representantes de empresas, instituições de ensino técnico e superior, como Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e Instituto Federal do Amazonas (Ifam), centros de pesquisa e empreendedores.

A especialista em desenvolvimento industrial do Departamento Nacional do SENAI, Juliana Cardoso, fez explanação sobre o Grand Prix por meio de workshop, interligando o evento ao SENAI Laboratório Aberto, criado para atender as necessidades da indústria local, colaborando com o custeio das criações inovadoras e disponibilização de espaço para o desenvolvimento dessas inovações.

“Precisamos mostrar à indústria e aos empreendedores que o SENAI oferece muito mais do que educação profissional, oferecemos também inovação e muita tecnologia”, disse Juliana.

Grand Prix

O Grand Prix SENAI de Inovação é uma disputa aberta, em que empresas, empreendedores, startups e estudantes do SENAI e do SESI têm a oportunidade de, juntas, durante 48 horas, criar soluções para desafios da sociedade.

Serão três equipes multidisciplinares, chamadas de escuderias, responsáveis por criar soluções inovadoras para atender as demandas dos desafios propostos no Grand Prix. As escuderias serão formadas por seis membros, entre eles um design de produto, professores, alunos de graduação e técnico, e empreendedores.

As soluções dos desafios serão exibidas para votação através de telões espalhados no local, podendo ser vistas por investidores, empresas e instituições parceiras. Da solução mais votada será elaborado o protótipo físico do produto, assim como no modelo de negócio para o mercado.

Os projetos também ficam disponíveis no Banco de Ideias, localizado no site do SENAI Nacional (www.portaldaindustria/senai/), para avaliação de empresas e startups que queiram investir em inovação.

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui