No último sábado (13/04), três homens foram presos no município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus) com armas, munições e uma embarcação. O grupo de “piratas de rio”, com integrantes entre 18 e 21 anos, foi preso em flagrante por militares do 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM).

Foram presos Ozéias de Souza Filho, 21, vulgo “Pita”, Jhonatas Andrade da Silva, 21, e Ronald Nascimento Castilho, 18, em posse de um bote de alumínio equipado com motor 30HP supostamente roubado, na comunidade Nova República, no Rio Solimões.

Com eles, os policiais militares também apreenderam, além da embarcação, quatro armas de fogo e munições que estavam escondidas em um acampamento na Ilha da Botija, onde “Pita” e os comparsas aguardavam a passagem, em canoas, de “mulas do tráfico” para roubar as cargas de entorpecentes.

À polícia, “Pita” disse receber ordens de “Simonei Castro” e “Netinho”, que forneciam as armas para a quadrilha composta por mais três integrantes, conhecidos como “Renan”, “Jeferson” e “Buchudo”, todos do bairro Nazaré Pinheiro.

Ainda conforme “Pita”, os comparsas fugiram no último dia 4 de uma operação policial na Ilha da Botija, abandonando armas, munições e um bote com motor 40HP, pertencente a “Netinho”.

O trio preso na noite de sábado (13/4) foi apresentado na 10ª Delegacia Interativa de Polícia para a realização dos procedimentos legais.

Embarcação recuperada – Ainda em Coari, na noite de sábado (13/4), militares do 5º BPM recuperaram a lancha “Expresso Luizão”, que foi utilizada em filmagens com a atriz Isis Valverde.

De acordo com major Pedro Moreira, comandante do 5° BPM, os militares receberam denúncias anônimas do paradeiro da embarcação e foram averiguar.

A lancha havia sido roubada por três homens encapuzados, no rio Solimões, nas proximidades da comunidade do Muritiba, em Codajás (a 240 quilômetros de Manaus), após renderem o proprietário.

A embarcação encontrada pelos policiais estava escondida em uma mata de igapó, no lago de Coari, sem os bancos e descaracterizada. A polícia suspeita que a lancha seria usada na prática de pirataria nos rios.

FOTO: Divulgação