Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Plano Safra tem investimentos para o setor primário com ações de crédito e entrega de R$ 1,8 milhão em veículos

Ao todo, o Governo do Amazonas investirá R$ 1 bilhão nas áreas de agricultura, pecuária, pesca e extrativismo

Por meio do Plano Safra, lançado pelo Governo do Amazonas nesta quinta-feira (13/05), o setor primário do Amazonas receberá um investimento na ordem de R$ 1 bilhão, diversificando a matriz econômica do estado nas áreas de agricultura, pecuária, pesca e extrativismo. Entre as ações, o plano prevê ações de crédito rural e emergencial, além da entrega de R$ 1,8 milhão em veículos e equipamentos para escoamento da produção.

O plano foi elaborado pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e suas vinculadas – Agência de Defesa Agropecuária e Florestal Amazonas (Adaf), Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS) e Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). A cerimônia de lançamento ocorreu no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques 2 (CCAVV 2), com a presença de trabalhadores do setor, parlamentares e representantes de órgãos e associações.

No discurso de lançamento do pacote de medidas, integradas ao programa “Agro Amazonas”, o governador Wilson Lima afirmou que o Plano Safra é um reconhecimento ao trabalhador do campo do estado, principalmente do interior do estado.

“Muita gente falou, ao longo de muitos anos, em encontrar alternativas que pudessem fazer frente à Zona Franca de Manaus, que é um modelo econômico de sucesso e do qual nós não abrimos mão. Mas é importante olhar para aquele cidadão do campo, aquele homem que está lá no meio do mato garantindo o sustento da sua família, cultivando, plantando e fazendo com que a gente tenha alimento na nossa mesa”, destacou.

Crédito – Como parte das ações do plano, agricultores da zona rural de Manaus receberam R$ 40 mil, em Crédito Rural Emergencial, para projetos de horticultura e fruticultura. Somente em 2021, o Governo do Estado, através da Agência de Fomento do Amazonas (Afeam), já liberou R$ 2,3 milhões em crédito rural. Para facilitar o acesso, o Idam auxiliou os produtores na elaboração de 149 projetos de fomento.

Agricultores familiares da Associação de Desenvolvimento Rural dos Produtores da Comunidade São Lázaro, de Manacapuru, receberam R$ 28.288,00, referentes à venda de 12.493 quilos de banana pacovã, jerimum e macaxeira, como parte do apoio emergencial do Governo a produtores atingidos pela cheia dos rios.

O produtor rural e integrante da associação, Gelsomar Sabino, ressaltou a importância do auxílio, principalmente, para trabalhadores que tiveram a produção comprometida pela enchente.

“É de fundamental importância para nós, porque a gente não teria como vender, não teria como escoar esse produto. Essa ação do governo fortalece, alimenta um sentimento dentro da gente, como produtor rural, que nós devemos plantar apesar da cheia. Esse é o ciclo da várzea, do produtor que mora na várzea, então esse cheque garante o alimento na mesa das nossas famílias, de mais de 40, 50 famílias na localidade do Paraná do Periquito”, avaliou.

Cartão do Produtor – No lançamento do Plano Safra, o governador Wilson Lima também entregou 75 Cartões do Produtor Primário (CPPs), que dá isenção de ICMS na aquisição de insumos, máquinas e equipamentos para atividades agropecuárias, pesqueiras e florestais; dispensa a cobrança de ICMS antecipado nas aquisições em outros estados; e possibilita desconto na energia elétrica.

“Esse cartão vai ser útil para que a gente possa comprar os produtos mais baratos, com desconto, para que a gente possa ter uma melhor qualidade nos nossos produtos, na piscicultura, na criação de peixes. Eu vivo disso, quero produzir com qualidade para poder alcançar um patamar melhor. Hoje em dia está muito difícil a gente conseguir chegar em outro patamar sem o apoio do governo e das secretarias também”, explicou a produtora Cândida Gonçalves.

Neste ano, o Idam já entregou 6.928 cartões. Em 2020, foram entregues 19,8 mil cartões, 25% a mais que no ano anterior. O cartão também permite acesso à Nota Fiscal Eletrônica Avulsa para comercialização de produtos agropecuários.

Veículos e equipamentos – O Plano Safra também possibilitou a entrega de 10 carros tracionados, modelo pick-up, que servirão para que o Idam preste assistência no escoamento da produção na zona rural de Manaus, Nova Olinda do Norte, Barreirinha, Novo Remanso/Itacoatiara, Careiro da Várzea, Urucará, Manaquiri, Novo Aripuanã, Itamarati e Caapiranga. Os veículos, adquiridos com recursos estaduais, somam investimentos de R$ 1,8 milhão.

De acordo com o gerente do Idam em Manaus, Ofir de Souza, a ação tem extrema importância para fortalecer a cadeia de hortifrutigranjeiros da capital.

“Hoje, em Manaus, nós atendemos 1.280 agricultores familiares e esses veículos vêm dar suporte ao nosso transporte, nos veículos que os técnicos usam para prestar o serviço de assistência técnica para os agricultores familiares. O lançamento do plano só vem beneficiar tanto os agricultores familiares quanto os produtores rurais”.

Resultado de convênio com o Ministério da Agricultura (Mapa), além dos veículos, foram feitas entregas de duas patrulhas agrícolas (grade aradora, perfurador de solo, sulcador, trator e distribuidor de calcário tracionado) aos municípios de Nova Oliva do Norte e São Gabriel da Cachoeira. Em convênio com o Ministério da Defesa, outras três patrulhas mecanizadas foram entregues a produtores de Itacoatiara, Manacapuru e Iranduba.

FOTO: Diego Peres / Secom

-publicidade-