Polícia Civil apresenta balanço geral e divulga aumento de ações operacionais e elucidação de homicídios e roubos de veículos

Empenho e rigor, adjetivos que descrevem a atuação da Polícia Civil do Amazonas (PCAM) durante o ano de 2014. A instituição cumpriu o seu compromisso em exercer a função de polícia judiciária no que se refere às infrações penais de sua competência, identificação civil e criminal, realização de perícias sendo criminais e médico-legais.

Em 2014, a PCAM registrou 113.893 ocorrências, remeteu 14.032 Inquéritos Policiais (IP’s) e 9.883 Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO’s) à Justiça. No ano passado 165.509 ocorrências foram registradas, 11.542 IP’s e 9.920 TCO’s foram remetidos à Justiça. Segundo o Delegado Geral, Josué Rocha, o resultado é fruto do trabalho investigativo de qualidade. Trabalho este feito de forma integrada para garantir elementos precisos e sólidos que compõem os inquéritos policiais.

Ao longo desse ano, a PCAM intensificou o trabalho investigativo de inteligência realizado de forma integrada entre as equipes dos Distritos Integrados de Polícia (DIPs), Delegacia Especializada em Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE), Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e o Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Como resultado dessa atuação conjunta, foram realizadas mais de 30 grandes operações policiais em todas as zonas de Manaus e também em alguns municípios do interior do Estado.

As informações compartilhadas com as equipes e a parceria dos policiais foram determinantes para a prisão de cerca de 250 pessoas durante essas operações, e segundo levantamento feito pela Instituição, a maioria delas pelo crime de tráfico e associação ao tráfico de drogas, o equivalente a 49,78%.

“A Polícia Civil vem atuando de forma descentralizada com as Especializadas e os DIP’s trabalhando integrados nas investigações. Atribuímos o sucesso do trabalho a colaboração de todos nesse processo e a dedicação de cada policial na atuação diária em prol da segurança da sociedade. Ressaltando ainda, a integração com a Polícia Militar”, destacou Josué Rocha.

A atuação conjunta entre todos os Policiais Civis, somada a decisão de atingir metas, resultou também no aumento na elucidação de crimes de homicídios e recuperação de veículos no Amazonas. Dados da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) revelam que até o dia 12 de novembro deste ano, a unidade de Polícia Especializada registrou 756 ocorrências, sendo que em 404 casos os policiais identificaram, prenderam ou indiciaram os autores do crime, um total de 53,43% de inquéritos elucidados remetidos à Justiça. Aumento de 10,30% se comparado a 2013, onde o percentual de inquéritos tombados com autoria chegou a 31,88%.

O levantamento realizado na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) mostra que até novembro de 2014, foram registradas 4.118 ocorrências de roubos ou furtos de veículos automotores. De acordo com o Delegado Titular da DERFV, Jaime Ferreira, até o momento, 2.974 foram recuperados e entregues para os legítimos proprietários.

Em 2012, a DERFV, registrou 4.763 ocorrências de roubos ou furtos de veículos automotores, dos quais 2.398 veículos foram recuperados pelas equipes da Especializada e pela polícia ostensiva. Em 2013, foram registrados 3.893 casos, uma redução de 870 ocorrências com relação ao ano anterior, que somam uma diminuição de 18,2% nos casos. O Delegado Jaime Ferreira informou ainda que 70% dos veículos roubados ou furtados em 2013 foram recuperados.

Para o Delegado Geral Adjunto, Mário Aufiero, os números da Polícia Civil em 2014 são claros em demonstrar a evolução da segurança pública no Estado. “Tivemos uma quantidade maior de operações e a efetividade destas ações refletiu no aumento de prisões realizadas. As investigações nos levaram inclusive a pessoas reincidentes. A elucidação em casos de homicídios é outro exemplo positivo. O Amazonas é o Estado brasileiro que teve maior aumento na elucidação de crimes de homicídios. Esse resultado foi reconhecido, inclusive, pelo Conselho Nacional de Justiça”, destacou Aufiero.

Grupo de Operações Aéreas

Para expandir a ação da Polícia Judiciária na capital e atender aos municípios do interior do Estado, a PCAM passou a contar com reforço pelo ar por meio do helicóptero da instituição, “Fênix 01”. A nova ferramenta auxilia na verificação dos alvos policiais, como a movimentação dos investigados em casos de tentativa de fuga.

O helicóptero também pode dar suporte nas operações de qualquer órgão do Sistema de Segurança Pública, atender solicitações de instituições especializadas no combate ao crime ambiental, entre outras ações. Além de dar apoio a grandes eventos ou demais acontecimentos, como foi o caso das Eleições Gerais em 2014.

Investimento em estrutura

Além das operações policiais, o trabalho da polícia judiciária também ganhou reforço ao longo de 2014. Para garantir a segurança da sociedade no maior evento futebolístico do planeta, a instituição contou com aquisição da Delegacia Móvel, apresentada à população no dia 5 de junho, e que foi deslocada ao Complexo Turístico da Ponta Negra, na Zona Oeste, para atender as ocorrências da FIFA Fan Fest.

Ainda no mês de junho, foram anunciadas as obras de reforma e adequação do Instituto de Identificação Aderson Conceição de Melo (IIACM), que será entregue em janeiro de 2015, além de terem sido apresentados os projetos para as reformas dos Institutos Médico Legal (IML) e de Criminalística (IC).

Duas novas unidades policiais Especializadas integraram as conquistas da Polícia Civil do Amazonas este ano. A Delegacia Especializada em Combate a Furtos de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), entregue à população no dia 15 de setembro, com o intuito de combater e coibir a prática de apropriação indevida dos serviços prestados à população. Além da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) – Anexo, inaugurada no dia 23 de outubro na Zona Norte de Manaus, uma região da cidade com a maior incidência de casos de violência às mulheres.

Capacitação dos servidores

Ao longo de 2014, a Polícia Civil promoveu 2.319 capacitações em 49 cursos voltados à segurança pública. Entre eles a terceira turma do Curso de Proteção de Autoridades (CPA). Iniciativa inédita da instituição, a capacitação foi criada em fevereiro de 2013 com o objetivo de assegurar a proteção das autoridades, durante os grandes eventos do Estado, como foi na Copa do Mundo FIFA 2014™.

Valorização e Humanização

Por meio do Departamento de Controle e Avaliação (DCA) foram promovidas diversas ações de valorização ao servidor, entre elas: atendimento à saúde com a prevenção de doença se encaminhamento médico através da Semana da Saúde e Campanha de Vacinação. Além de atividades que promoveram a interação entre os Policiais Civis como a 3ª edição do Torneio de Tiro, 2ª Edição da Corrida Senador Bernardo Cabral e a Medalha do Mérito Polícia Civil.

Planejamento Estratégico

Dentre as ações desenvolvidas pela Polícia Civil do Amazonas, uma das que mais merece destaque é planejar de forma estratégica as ações a serem realizadas e que vão promover avanços à Instituição. Ouvir os servidores foi o primeiro passo para reconhecer as dificuldades. Após pesquisa interna, serão elaborados tópicos determinantes para as conquistas dos próximos 10 anos. É a primeira vez na história que a PCAM está realizando o planejamento estratégico, um marco para a Segurança Pública do Estado do Amazonas.

“Cumprimos a nossa missão! Promovemos mais capacitação aos nossos servidores para levar uma Polícia Civil mais humana e mais próxima do cidadão. Cultivamos a integração entre nós mesmos, pois entendemos que dessa forma o nosso trabalho iria fluir muito melhor. Vamos ainda apresentar propostas para que a Instituição continue a crescer. Os dados apresentados refletem todo o nosso empenho na contribuição da segurança pública”, finalizou o Delegado Geral, Josué Rocha.