As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Polícia Civil conclui terceira fase de projeto social mantido pelo delegado-geral da instituição

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado geral da instituição, Francisco Sobrinho, encerrou na manhã desta sexta-feira, dia 2, às 9h30, a terceira etapa do projeto “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades”, com a participação de estudantes e funcionários de 33 escolas da rede pública municipal da Divisão Distrital da zona Leste 2, que realizaram apresentações de painéis educativos sobre os temas abordados ao longo das palestras ocorridas na primeira etapa do projeto, neste ano.

O evento aconteceu na quadra poliesportiva da Escola Estadual de Tempo Integral (EETI) Elisa Bessa Freire, localizada na Avenida Itaúba, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital. Também estiveram presentes no local a coordenadora social do projeto pela Polícia Civil, investigadora Priscila Costa; o diretor do Departamento de Administração e Finanças (DAF) da Delegacia Geral, delegado Aquiles Andrade; além da chefe da Divisão Distrital da zona Leste 2, Socorro Duarte.

De acordo com Priscila Costa, o resultado do projeto foi bastante satisfatório. Ela afirmou que foi possível alcançar 96 escolas da rede pública, tanto da esfera estadual quanto municipal, situadas na zona leste da capital. “Durante os três dias de mostra de painéis foi gratificante prestigiar o trabalho feito por alunos de 65 escolas mantidas pela Prefeitura Municipal de Manaus (PMM) e 31 pertencentes ao quadro do Governo do Estado. Os estudantes abordaram temas importantes relacionados à Segurança Pública, integrando a comunidade, a escola e famílias. Tudo dentro do âmbito escolar, para que possamos efetivar nossa participação e colher bons resultados”, argumentou.

Conforme Socorro Duarte, a parceria entre a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Polícia Civil do Amazonas trouxe benefícios singulares à população. “Neste terceiro dia de exposição, pudemos observar o trabalho produzido pelos nossos alunos abordando temas de relevância social, transformando com mais informação as nossas crianças e adolescentes que serão o futuro da sociedade, além do envolvimento de professores, pedagogos, gestores e o estreitamento da relação da Polícia Civil com a comunidade educadora”, relatou.

Prevenção – O delegado geral da instituição, Francisco Sobrinho, declarou que o foco do projeto “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades” é a prevenção. A autoridade policial ressaltou que a proposta foi aprovada pelos diretores e professores das escolas, além dos membros da comunidade. “Para o ano de 2017 estamos articulando que a próxima edição do projeto aconteça na zona Norte de Manaus. Pretendemos expandir essa iniciativa que deu cero e levar informação a mais pessoas”, concluiu.

Encerramento – O encerramento das atividades do projeto “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades”, neste ano, está previsto para acontecer na próxima quarta-feira, dia 7 de dezembro, às 16h, com uma missa que será realizada na EETI Elisa Bessa Freire, na zona Leste. Na data ocorrerá a premiação das escolas vencedoras da exposição de painéis.

Fases – A primeira fase do projeto “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades” ocorreu no período de julho até o mês de novembro deste ano, contemplando mais de 51 mil alunos de 96 escolas da rede pública de ensino da zona Leste de Manaus, além da participação de cerca de 8,2 mil pais que estiveram presentes nas palestras gratuitas de prevenção à violência doméstica contra a mulher, idosos e abuso sexual de crianças e adolescentes, promovidas pelo Governo do Amazonas, por meio do projeto social idealizado pelo delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Francisco Sobrinho.

A segunda etapa do projeto aconteceu de 21 a 25 de novembro, quando foi realizado torneio esportivo que reuniu estudantes de 52 escolas da rede pública, tanto da esfera estadual como municipal, situadas na zona Leste. As atividades foram divididas em duas modalidades desportivas: Futsal e Queimada. A premiação dos times vencedores aconteceu na última sexta-feira, dia 25, na quadra poliesportiva da Escola Estadual Áurea Pinheiro Braga, situada na Avenida Perimetral, Comunidade Cidade Leste, bairro São José Operário, zona Leste.

Sobre o projeto – O “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades” é um projeto que tem por objetivo fornecer condições de apoio para que os gestores das escolas da rede pública possam refletir, discutir e desenvolver ações que possibilitem a redução da violência e dos índices de tráfico e consumo de drogas no contexto escolar e comunitário.

As atividades em torno do projeto, neste ano, tiveram início no dia 26 de julho. Ao todo, foram contempladas 96 escolas da rede pública de ensino, sendo 31 da esfera estadual e 65 mantidas pela Prefeitura Municipal de Manaus (PMM). Todas situadas na zona Leste da capital.

Nesses locais aconteceram, quase que diariamente, palestras ministradas por servidores da Polícia Civil do Amazonas, como o próprio delegado geral, Francisco Sobrinho. Durante os encontros foram tratados assuntos distintos, como as consequências do envolvimento com o tráfico de drogas, bullying, violência doméstica, exploração sexual de menores e a importância do acompanhamento dos pais no dia a dia dos estudantes.

Conforme os policiais civis envolvidos no projeto “Caravana da Cidadania nas Escolas e Comunidades” a iniciativa contemplou, neste período deste ano, cerca de 51.194 mil alunos e 8.248 mil pais. Nas proximidades dessas instituições de ensino estão acontecendo, diariamente, ações policiais em combate à criminalidade, realizadas por integrantes da equipe “Guardião”, lotada no gabinete do delegado-geral.

Segundo Francisco Sobrinho, a equipe “Guardião” tem atuado em toda a capital, sob a coordenação do delegado Henrique Brasil, para verificar a veracidade das denúncias relacionadas à comercialização de drogas perto de instituições de ensino na cidade. Qualquer pessoa pode colaborar com o trabalho da Polícia Civil, delatando os infratores por meio do número: (92) 99962-2376. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes.