Polícia Civil cumpre mandados e prende criminosos por tráfico de drogas, corrupção de menores e formação de quadrilha

Grupo foi preso no município de Carauari

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das equipes de investigação da 65ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Carauari (distante 788 quilômetros em linha reta de Manaus), em Parceria com a Polícia Militar do Amazonas, prendeu em flagrante, nesta segunda-feira (05/07), por volta das 6h10, durante cumprimento de mandados de busca e apreensão, João Vitor Porfirio de Souza, conhecido como ‘João da Nerita’; Lucas Porfirio; Everson Ambrósio de Souza, conhecido como ‘Bote; Raul Victor da Silva Nascimento; Bruno da Cruz Ferreira e Alan Jakson da Silva, pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa, corrupção de menores e formação de quadrilha.

Os indivíduos foram presos em posse de quatro armas de fogo, seis munições de calibre 32 intactas, 12 munições de calibre 32 deflagradas, duas motocicletas, quatro armas brancas, quatro porções de substâncias entorpecentes, sete celulares, R$1.670 em espécie, seis quelônios e três pássaros em cárcere. As prisões ocorreram na Rua Padre João de Lange, bairro Nossa Senhora de Fátima, naquele município. Ainda na oportunidade, dois adolescentes de 17 anos foram apreendidos.

Segundo o investigador Itamar Matos, gestor interino da 65ª DIP, após denúncias de populares que residem na localidade sobre um ponto comercial que praticava a venda e o consumo de entorpecentes, foi realizado pedido de busca e apreensão junto à Justiça Estadual. “Durante abordagem a alguns usuários de drogas da região, foi revelado onde eles haviam adquirido os entorpecentes e que os criminosos se reuniam no ponto comercial para cobrá-los. Após os mandados de busca e apreensão terem sido expedidos pelo juiz Jânio Tutomo Takeda, da Comarca de Carauari, na última sexta-feira (02/07), as equipes lograram êxito nos cumprimentos, que resultaram nos flagrantes”, explicou o investigador.

Procedimentos – Os oito indivíduos, juntamente com os materiais apreendidos, foram encaminhados à unidade policial para os procedimentos cabíveis e seguirão à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação/PC-AM.