A Polícia Civil do Amazonas, por meio da 42ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), localizada no município de Barreirinha, distante 331 quilômetros em linha reta de Manaus, realizou na tarde desta quinta-feira, 12, a transferência de Orivan Carvalho de Souza, 28, e Rubiron Cardoso de Carvalho, 25. Ambos respondem à Justiça por homicídio.

De acordo com o delegado titular do município, Adilson Oliveira, os dois homens são considerados de alta periculosidade. “Estávamos com eles presos na delegacia de Barreirinha esperando a autorização da Justiça para fazer a transferência para Manaus”, informou o delegado.

Orivan estava sob liberdade condicional, porém, além de descumprir a medida protetiva, que havia assinado por ter agredido a mãe dele no ano passado, ele também teria danificado a motocicleta de um policial militar no dia 18 de dezembro de 2014. O homem foi preso um dia após o fato, na casa de uma tia dele, localizada na Rua Maria Belém, bairro Santa Luzia.

Rubiron era foragido do sistema semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), desde outubro de 2014. No mesmo mês, ele foi recapturado em Barreirinha, no porto da cidade, no momento em que tentava fugir para o interior do município.

A lancha que realizou o transporte dos dois chegou ao Porto da Manaus Moderna por volta das 16h15. Do local, os presos foram conduzidos ao 11º DIP, localizado na Avenida Beira Rio, bairro Coroado 2, zona Leste. Na manhã desta sexta-feira, 13, eles serão encaminhados ao Compaj, onde deverão cumprir o restante das respectivas penas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here