33.3 C
Manaus
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Polícia Civil doa pescado irregular apreendido por agentes do BPAmb-AM

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Crimes contra o Meio Ambiente e Urbanismo (Dema), registrou na manhã desta sexta-feira, 20, a prisão de Antônio Cintra da Silva, 49, realizada por policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental do Amazonas (BPAmb-AM), nas proximidades do Encontro das Águas.

Antônio foi abordado pela guarnição no momento em que pilotava uma embarcação pelo Rio Negro. Durante fiscalização no interior do barco, oriundo do município de Fonte Boa, distante 678 quilômetros em linha reta de Manaus, foram apreendidos 626 quilos de pirarucu salgado ilegal, que estavam armazenados em treze sacos grandes.

Levado à Dema, o pescado foi periciado e em seguida liberado para doação. “A agilidade com que os peritos trabalharam foi imprescindível para fazermos a doação, uma vez que estamos trabalhando com alimento perecível”, informou a delegada titular da especializada, Ana Cristina Braga.

Na unidade policial Antônio foi autuado por crime de pesca ilegal em período proibido (Art. 34, inciso terceiro da Lei de Crimes Ambientais nº 9605/08). Por se tratar de um crime afiançável, após ser arbitrada fiança pela autoridade policial, o homem pagou e foi liberado para responder pelo delito em liberdade.

Entidades contempladas

Duas instituições foram contempladas com a mercadoria apreendida. São elas: Conselho Central de Manaus – Sociedade São Vicente de Paulo, que atende idosos carentes no bairro São Raimundo, e a Instituição Amigos de Cristo, situada no bairro São José 1, que trabalha na recuperação e socialização de crianças e jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social.

“Temos uma enorme satisfação em poder ajudar essas instituições a partir das apreensões de mercadorias ilegais. Estamos dando um bom destino para o que começou errado”, enfatizou a delegada titular da Dema, Ana Cristina Braga.

Esta é a segunda apreensão feita pela equipe do BPAmb-AM de mercadoria ilegal em menos de 24 horas. A primeira, ocorrida na quinta-feira, 19, resultou na doação de seis metros cúbicos de madeira irregular a agentes da Defesa Civil de Manaus, que ficarão responsáveis em fazer a distribuição a famílias carentes da cidade.

spot_img

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui