A Polícia Civil do Amazonas, por meio do diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), delegado Carlos Augusto Monteiro, reitera ação policial realizada na manhã do último dia 11 de fevereiro, pela equipe de policiais civis lotados na 77ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), localizada no município de Novo Airão, a 115 quilômetros em linha reta de Manaus, envolvendo registro de ocorrência de um idoso de 60 anos por lesão corporal grave.

De acordo com o diretor, o idoso foi à sede da unidade policial, registrar Boletim de Ocorrência (BO) contra Rodrigo da Silva Oliveira, 21, por por lesão corporal grave, pois o mesmo desferiu um golpe de faca na mão da vítima, após desentendimento.

Policiais civis, coordenados pelo delegado adjunto, Guilherme Torres, foram à residência do jovem, na rua Josefa Savedra, bairro Nova Esperança, e o encontraram de posse da faca e um terçado. Ele estava muito alterado e reagiu à abordagem ferindo um investigador com golpe de terçado e tentando atingir o delegado. Os policiais utilizaram os meios necessários para neutralizá-lo, mas infelizmente o jovem veio a óbito.

O diretor Carlos Monteiro, informou que inicialmente a Polícia Civil instaurou um inquérito policial para apurar as circunstâncias da ocorrência e o delegado Lázaro Ramos da Silva, titular da 77ª delegacia do município irá presidir o procedimento policial, solicitando as pericias das armas, tanto as dos policias quanto as armas brancas que estavam em posse de Rodrigo, de local do crime, e de necropsia, para atestar a causa da morte do jovem.

“O inquérito policial será concluído em 30 dias e vai apurar se foi cometido algum excesso por parte dos policias, se comprovado qualquer delito, os responsáveis serão indiciados e o processo será remetido à justiça”, pontuou o diretor do DPI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here