Take a fresh look at your lifestyle.

Polícia Civil flagra adolescente com mais de meio quilo de drogas no Amazonas

-publicidade-

A equipe da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manacapuru apreendeu, na tarde de segunda-feira (18/03), às 16h, um adolescente de 16 anos. Ele estava de posse de aproximadamente 450 gramas de maconha do tipo skunk, 110 gramas de cocaína e 13 gramas de oxi, além de duas balanças de precisão. As informações são do delegado Rodrigo Torres, titular da unidade policial.

De acordo com a autoridade policial, a droga estava enterrada no quintal de uma casa localizada na rua Sete do bairro da Liberdade, em Manacapuru, onde o adolescente também foi apreendido. O imóvel, segundo o delegado, pertence ao casal Elane Dantas Meireles e Ricardo Patreze do Nascimento Silva, conhecido como “Box”, que está preso.

“Ricardo está preso desde novembro de 2018, quando foi flagrado em Manaus com mais de 20 quilos de drogas. Além disso, ele está preso por envolvimento na morte de um advogado, ocorrida em março de 2018. Elane está presa preventivamente desde a última sexta-feira (15/03), durante operação focada no combate ao tráfico de drogas em Manacapuru”, relatou o delegado.

Torres esclareceu que a equipe da DIP de Manacapuru tinha informações de que as substâncias estavam escondidas na residência. Após campana montada no local, os policiais civis observaram movimentação do imóvel. Em seguida, entraram no local e realizaram buscas. No quintal da casa foram encontradas drogas enterradas e duas balanças de precisão.

“Fomos recebidos pelo adolescente, que estava visivelmente nervoso. Ele disse que os 50 gramas de maconha do tipo skunk, 110 gramas de cocaína e 13 gramas de oxi encontrados no lugar pertenciam a ele. Na delegacia, após conversarmos com ele, resolvemos retornar ao imóvel, onde realizamos novas buscas e achamos aproximadamente 400 gramas de maconha tipo skunk enterrados no terreno”, informou Torres.

O adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de tráfico de drogas. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele foi liberado para o responsável legal.

FOTO: Divulgação/ Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

-publicidade-