Raimundo Aluizo Regis
Raimundo Aluizo Regis

A equipe de investigação do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob a coordenação do delegado titular, Walter Cabral, indiciou na tarde de ontem, 10, o vendedor Raimundo Aluizo Regis, 25, por ter furtado sapatos de uma loja onde trabalhava.

De acordo com a autoridade policial, o proprietário da loja de calçados foi até a distrital denunciar o funcionário que estaria furtando produtos do comércio dele. O estabelecimento fica em um shopping center, na Avenida Arquiteto José Henrique, bairro Nova Cidade, zona Norte da capital.

“O denunciante nos informou ainda que foi alertado pela vigilância do shopping de que esta pessoa sempre deixava um saco de lixo preto, pela manhã, do lado de fora do prédio, e que um dia um dos seguranças estranhou a atitude do homem e foi verificar o lixo. Dentro do saco, o vigilante encontrou três pares de sapatos”, contou o delegado.

Após receberem as informações, a equipe policial realizou diligências no shopping, verificou as imagens gravadas pelo circuito de câmeras do local e identificou o suspeito. Ao ser inquirido, Raimundo confessou a autoria do crime e conduziu os policiais até a residência dele, localizada na Rua Sossego, bairro Santa Etelvina, zona Norte. Lá os policiais apreenderam mais um par de sapatos furtado da loja.

“O Raimundo nos contou que começou a praticar o delito no final do mês de dezembro de 2014, e que desde então furtou mais de 20 pares de sapato. Porém, o proprietário da loja afirma que ele levou uma quantidade maior. O homem sempre escolhia os produtos mais caros, por isso acreditamos que os pares eram revendidos.”, ressaltou a autoridade policial.

O autor do crime indicou ainda uma segunda pessoa que o ajudava na comercialização dos calçados. A equipe do 26º DIP continuará investigando o caso para localizar o outro suspeito. Raimundo foi indiciado por furto qualificado (Artigo 155, §4º do Código Penal Brasileiro) e permanecerá à disposição da Justiça em liberdade. O proprietário informou ao delegado que utilizará o procedimento policial para demitir o funcionário por justa causa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here