33.3 C
Manaus
quarta-feira, fevereiro 21, 2024

Polícia Civil prende dupla por homicídio brutal no Bairro Gilberto Mestrinho, em Manaus

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), através da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), efetuou a prisão de Adriano Silva Valente, apelidado de “Papaizinho”, e Paulo Urbano da Encarnação, conhecido como “Barnabé”. Eles são acusados do assassinato de José Carlos Leocádio Gama, cujo corpo foi encontrado com sinais de espancamento, decapitação e queimaduras no bairro Gilberto Mestrinho, zona leste de Manaus.

Segundo o delegado Ricardo Cunha, titular da DEHS, acredita-se que a vítima foi morta por suspeita de denunciar atividades de tráfico de drogas na região. Além dos dois detidos, outros envolvidos no crime incluem Kelly Terco Barbosa Ferreira; Marcelo, apelidado de “Neguinho”; e Ricardo Junio Guimarães Fonseca, conhecido como “Pimpolho”.

De acordo com a delegada adjunta Deborah Barreiros, a vítima foi atraída para um bar e, posteriormente, levada a um local isolado onde foi morta a golpes de enxada. O corpo de José Carlos foi encontrado uma semana após seu desaparecimento.

Adriano foi preso no dia 25 de novembro e revelou a participação de Paulo Urbano no crime, incluindo o desmembramento e queima do corpo da vítima. Paulo Urbano, preso em 28 de novembro, nega as acusações e atribui a culpa aos demais envolvidos.

A PC-AM continua buscando os demais suspeitos e solicita informações sobre seu paradeiro. Adriano e Paulo enfrentarão acusações por homicídio qualificado, ocultação e destruição de cadáver, e participação em organização criminosa. Eles permanecerão sob custódia judicial enquanto as investigações prosseguem.

spot_img