Take a fresh look at your lifestyle.

Polícia Civil prende em Manaus autor de latrocínio que aconteceu no interior

-publicidade-

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, sob a coordenação do delegado Fábio Aly, titular da unidade policial, prendeu, em flagrante, na tarde da última sexta-feira (23/2), por volta das 16h, Luiz Fernando Cornélio Cardoso, 21, autor de latrocínio ocorrido naquele município, distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus.

De acordo com a autoridade policial, o crime aconteceu naquele mesmo dia, pela parte da manhã, por volta das 8h30, na rua Euler Ribeiro, bairro Planalto Alto. Na ocasião, o infrator desferiu golpes de faca em um homem de 28 anos. Fábio Aly explicou que após cometer o delito o jovem empreendeu fuga para Manaus, utilizando a bicicleta da vítima.

O delegado disse, ainda, que a vítima ainda foi socorrida por populares e encaminhada ao hospital de Iranduba, mas que em razão da gravidade dos ferimentos, acabou sendo transferida para o Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, em Manaus, onde veio a óbito.

“Iniciamos as diligências em torno do caso após a irmã da vítima nos procurar na delegacia para formalizar a ocorrência. Segundo testemunhas, a dupla estava consumindo entorpecentes minutos antes do latrocínio acontecer. Diante dessas informações, começamos as buscas pelo infrator. Nós o prendemos horas depois do delito, na rua Flor do Maracujá, Comunidade Parque Riachuelo, no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus”, informou o titular da 31ª DIP.

Conforme o delegado, em depoimento na unidade policial Luiz Fernando argumentou que já pretendia matar o desafeto porque, de acordo com ele, a vítima o teria agredido por conta de um celular que eles haviam roubado em determinada ocasião. O infrator afirmou, ainda, ter praticado alguns furtos em Iranduba.

Aly ressaltou que a bicicleta da vítima foi recuperada em posse de Luiz. Em consulta ao site do Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJAM) os policiais civis constataram que Luiz responde a processo por roubo.

Luiz foi atuado em flagrante por latrocínio. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, o jovem foi levado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.

FOTO: Divulgação / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

-publicidade-