Amazonas Notícias

Polícia Civil prende gari condenado por estupro em Parintins

A Delegacia Especializada em Crimes contra Mulheres, Crianças e Idosos de Parintins (DEP) prendeu, nesta quinta-feira (16), um homem identificado como Raul Pereira Trindade, de 36 anos, condenado por estupro de uma adolescente. O crime ocorreu em junho de 2016. A prisão foi realizada na casa do condenado, no bairro Nossa Senhora de Nazaré, após a Justiça do município determinar sua prisão preventiva em seguida à sentença condenatória.

De acordo com as investigações, Raul, que trabalhava como gari, estuprou a própria enteada, que tinha 16 anos na época. Eles moravam juntos devido ao relacionamento dele com a mãe da vítima. No dia do crime, ele se aproveitou da ausência da companheira para invadir o quarto da adolescente e, após ameaçá-la com uma tesoura, cometeu os abusos. A vítima relatou o crime à mãe e o caso foi registrado na 3ª Delegacia Interativa de Polícia de Parintins (3ª DIP).

Ainda como suspeito, Raul chegou a ser preso em flagrante pelos abusos, mas foi solto alguns meses depois, permanecendo em liberdade durante o andamento das investigações. No inquérito, a Polícia Civil reuniu laudos médicos, depoimentos e outras evidências que foram anexadas ao processo e serviram de base para a condenação. Raul foi condenado a 10 anos e 8 meses de prisão pela Justiça do município.

Nesta sexta-feira (17), após a audiência de custódia, o condenado foi levado para a Unidade Prisional de Parintins, onde deve cumprir a pena.

Relacioandos