France Daik Sinfronio da Silva
France Daik Sinfronio da Silva

A Polícia Civil do Amazonas, por meio dos policiais lotados na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu na tarde de ontem (15), France Daik Sinfronio da Silva, 31, conhecido “Dada”. O homem é apontado como um dos autores do homicídio que vitimou Jhony Cezar Teixeira dos Santos, 36, o “Meningite”, ocorrido em 22 de novembro de 2012, na cela 802, dentro da Unidade Prisional do Puraquequara (UPP), na Zona Leste de Manaus.

France foi preso por volta das 16h, em uma residência localizada na rua Zona Franca, comunidade da Sharp, bairro Armando Mendes, na Zona Leste da capital, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido dia 11 de novembro de 2014, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara Criminal do Juri.

De acordo com o Delegado Adjunto da DEHS, Raphael Campos, o corpo do detento foi encontrado por agentes prisionais, por volta das 22h30 do dia do crime, pendurado em um lençol. O Delegado destacou que na época do fato, pelo cenário do crime, a hipótese mais provável, era que se tratava de um suicídio.

“Nós precisávamos de provas periciais para comprovar que realmente houve violência, após os resultados dos laudos e a constatação do crime, os três detentos que cumpriam pena na mesma cela com a vítima, além de France Daik, os detentos David, Alcinei, que continuam presos, e Fernando Henrique de Souza Conceição, que está foragido, foram ouvidos e confessaram o crime, a partir daí solicitamos a prisão dos quatro, e ontem obtivemos êxito na prisão de France”, disse o Adjunto da DEHS.

Raphael Campos ressaltou a motivação do delito. “A vítima, estava cumprindo pena por roubo, os companheiros de cela o chamavam de Jack, que na gíria da cadeia é estuprador, então os quatro alegavam que não queriam ficar com um estuprador na mesma cela, e combinaram a execução dele”, frisou. Campos ressaltou ainda, que France cumpria pena por roubo e porte ilegal de arma de fogo ma UPP, e estava respondendo os dois processos em liberdade, desde novembro desde 2013.

Ao término dos procedimentos cabíveis realizados na unidade policial, France Daik será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará preso à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here