Take a fresh look at your lifestyle.

Polícia Civil prende no bairro Tarumã servidores do Ipaam denunciados por corrupção passiva

-publicidade-

A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Felipe Vasconcelos, titular do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na manhã desta terça-feira (11/12), durante coletiva de imprensa realizada às 11h, no prédio da unidade policial, sobre a prisão em flagrante do fiscal analista Franklin Ramos da Silva, 39, e do assistente técnico Uziel Sevalho da Silva, 58, servidores do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), por crime de corrupção passiva ocorrido na segunda-feira (10/12), durante fiscalização em uma empresa de produção de concreto, no bairro Tarumã, zona oeste da capital.

De acordo com a autoridade policial, a dupla alegava uma infração administrativa, levando em consideração a suposta falta de licença para o fornecimento de areia pela empresa. Segundo o delegado, os servidores do Ipaam informaram à funcionária do estabelecimento que a ação geraria uma multa de até R$ 60 mil, com os procedimentos cabíveis a partir da fiscalização. Na ocasião, tentaram obter vantagens indevidas com a possibilidade de receberem R$ 5 mil para que a empresa não sofresse qualquer tipo de dano com esta ação.“A fiscalização ocorreu há cerca de dez dias. Ontem, Franklin e Uziel retornaram à empresa pela manhã e fizeram a proposta para a funcionária, cobrando os R$ 5 mil. Eles ficaram de voltar à tarde para receber o dinheiro. Na primeira vez que eles solicitaram, o crime já foi configurado. A nossa equipe de investigação se deslocou até o local para acompanhar o caso e, durante o período da tarde, quando os infratores voltaram, receberam voz de prisão”, relatou Vasconcelos.

Na manhã desta terça-feira (11/12), o Ipaam informou o afastamento dos servidores das respectivas funções e informou, ainda, sobre a abertura de um processo administrativo com o intuito de apurar os fatos envolvendo os dois agentes públicos. Além disso, reiterou seu compromisso com a sociedade amazonense quanto à transparência de suas atividades.

Flagrante – Franklin e Uziel foram autuados em flagrante por corrupção passiva. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ambos serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul.

FOTOS: LANA HONORATO/ASSIMP PC-AM

-publicidade-