A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), prendeu na manhã de hoje (28), um homem de 57 anos, apontado pela gravidez da enteada de 10 anos de idade. Ele foi preso em sua residência, localizada no bairro Armando Mendes, na Zona Leste de Manaus.

De acordo com o Delegado Adjunto da Especializada, Rafael Allemand, o homem foi preso em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz Julião Lemos, dia 7 de novembro desse ano. Ainda de acordo com a autoridade policial, as denúncias anônimas foram feitas aos policiais do 28° Distrito Integrado de Polícia (DIP), que em diligência à casa da criança para averiguar as informações, constataram o fato e encaminharam o caso à Especializada.

“A menina declarou em depoimento que o padrasto já havia mantido relações sexuais com ela por três vezes, quando ele a levava para pescar. No percurso parava a embarcação e cometia o crime”, informou o Delegado.

Em depoimento na unidade de polícia, o padrasto confirmou que levava a enteada para pescar, mas alegou não ser responsável por violentar sexualmente a menina. A mãe da garota também prestou esclarecimentos e relatou que desconfiou do crescimento da barriga da filha, que já estaria com seis meses de gravidez, e que o mais provável era que o marido seria o responsável, pois além dele, apenas o filho adolescente teria contato com a menina.

O padrasto foi conduzido ao Instituto Médico Legal (IML) onde foi coletado material biológico para realizar o exame de DNA, quando a criança nascer.

Na Delegacia, ele foi autuado no crime de estupro de vulnerável (Artigo 213 do CPB). Após realizados os procedimentos legais necessários, foi recolhido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde aguardará preso a decisão da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here