O Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) prendeu em flagrante, quatro indivíduos transportando um fuzil, uma escopeta, três granadas, 500 munições de grosso calibre e cinco coletes balísticos, pela rodovia estadual AM-070, nas proximidades de Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta da capital.

Durante coletiva de imprensa foram apresentados Alessandro Orter Azevedo, 42; Fabrício Ferreira dos Santos, 27; José Evandro Fernandes Clementino Júnior, 27, e Rodrigo de Souza Mota dos Santos, 26. De acordo com o delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc, a investigação começou há 15 dias. Eles estavam em busca de uma quadrilha responsável pela guarda e transporte de armamento pesado, que seria trazido para Manaus e usado no deslocamento de drogas.

“No início da noite de terça-feira (25/6), por volta das 18h, interceptamos Rodrigo, que estava conduzindo uma motocicleta modelo Honda Bros, de cor preta. Ele era responsável por avisar os comparsas, caso tivesse alguma blitz no caminho. Na sequência, efetuamos a abordagem aos ocupantes do veículo modelo Strada, da montadora Fiat, de cor branca, onde estavam os outros indivíduos e o material ilícito encontrado”, explicou o delegado.

Apreensão – Com os infratores os policiais civis apreenderam 500 munições de grosso calibre, um fuzil, uma escopeta, três granadas e cinco coletes balísticos. Além disso, o carro e a moto usados pelos infratores foram apreendidos também. Mavignier ressaltou que o material apreendido vinha de Manacapuru, município distante 68 quilômetros em linha reta da capital.

Flagrante – Alessandro, Fabrício, José e Rodrigo foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e associação criminosa. Ao término dos procedimentos cabíveis no Denarc, eles serão levados para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da cidade.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM