Amazonas Notícias

Polícia Civil prende três familiares por abuso sexual de criança

Em uma ação coordenada em Careiro da Várzea, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) deteve três homens – pai, avô e tio de uma criança de 9 anos – sob a acusação de estupro de vulnerável. A operação, desencadeada na sexta-feira, 9 de março, revelou uma rede de abuso sexual envolvendo membros da família da vítima, em uma comunidade localizada a 25 quilômetros de Manaus.

Um quarto suspeito, também tio da criança, está foragido após fugir durante a intervenção policial. A investigação conduzida pela 35ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Careiro da Várzea e pelo Departamento de Polícia do Interior (DPI), com apoio da Delegacia Fluvial (Deflu), apontou que o abuso ocorria há mais de um ano.

Bruno Fraga, delegado-geral da PC-AM, expressou sua consternação com o caso, destacando a brutalidade dos crimes cometidos pela própria família da vítima. “É um crime absurdo, uma barbárie,” afirmou Fraga, enfatizando a resposta imediata e determinada da Polícia Civil diante dessa atrocidade.

A operação recebeu apoio logístico significativo da deputada estadual Débora Menezes, reforçando o compromisso do sistema de segurança pública do Amazonas em proteger crianças e adolescentes contra violência e exploração.

As investigações revelaram não apenas abusos sexuais, mas também exploração através de trabalho infantil, com a criança sendo forçada a realizar tarefas domésticas. A PC-AM prossegue com as investigações para identificar e proteger possíveis outras vítimas dentro do círculo familiar.

Os suspeitos, agora detidos, enfrentarão a justiça por estupro de vulnerável, maus-tratos e imposição de trabalho infantil. Este caso sublinha a necessidade urgente de vigilância e ação decisiva contra a violência familiar e sexual, garantindo proteção e justiça para as vítimas mais vulneráveis da sociedade.

A PC-AM e colaboradores enfatizam a importância da denúncia de abusos, incentivando a população a usar os canais de denúncia para combater a violência contra crianças e adolescentes. A ação conjunta entre forças policiais e representantes do povo reafirma o compromisso com um Amazonas seguro para todos os cidadãos, especialmente os mais jovens e indefesos.

Relacioandos