Take a fresh look at your lifestyle.

Polícia Civil registra 27 descumprimentos de medida sanitária preventiva nos municípios do interior

-publicidade-

Ao longo das três primeiras noites do decreto governamental, entre quinta-feira e sábado (14 a 16/01), que proíbe a circulação de pessoas das 19h às 6h no Estado do Amazonas, a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) instaurou 27 Termos Circunstanciado de Ocorrência (TCOs) nos municípios do interior, por infração de medida sanitária preventiva.

A delegada-geral da PC-AM, Emília Ferraz, salientou que esse é um momento delicado para todos, devido à proliferação do novo Coronavírus (Covid-19), por isso as equipes policiais estão nas ruas para fazer a lei ser cumprida.

“Precisamos do apoio da população, que permaneçam em suas casas e não coloquem suas vidas em risco. Estamos atuando fortemente para proteger a vida do povo amazonense, inclusive nos municípios do interior”, enfatizou Emília.

Além de Manaus, nos municípios do interior os trabalhos também foram intensificados pelas forças de segurança pública do Amazonas. De acordo com o Departamento de Polícia do Interior (DPI), o maior número de registros foi no município de Presidente Figueiredo, onde 14 pessoas foram detidas e assinaram TCO.

Também houve registros no município de Borba, com 5 TCOs, um Boletim Circunstanciado de Ocorrência (BCO), por se tratar de adolescente e um Auto de Prisão em Flagrante (APF), por infração de medida sanitária preventiva e por porte ilegal de arma de fogo. Já em Juruá e Lábrea tiveram dois TCOs cada, em Barcelos e Manacapuru uma ocorrência foi registrada até as 6h deste domingo (17/01).

FOTO: Divulgação/PC-AM

-publicidade-