Polícia cumpre mandado de busca e apreensão em nome de adolescente por homicídios em Manaus

A Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai) cumpriu na noite desta terça-feira (06/11), por volta das 22h, mandado de busca e apreensão em nome de um adolescente de 16 anos, envolvido em homicídios na capital. As informações são do delegado Paulo Benelli, titular da unidade policial. O menor infrator foi interceptado por policiais militares da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), localizada no bairro São Jorge, zona oeste de Manaus, portando uma arma de fogo.

De acordo com o titular da Deaai, o adolescente estava sendo investigado pela equipe da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), por ter cometido o homicídio de Nicolas Tarcísio da Silva Medeiros, no dia 18 de março deste ano, na rua Vivaldo Dias Neves, bairro São Raimundo, zona oeste da cidade. A vítima foi atingida por disparos de arma de fogo e morreu no local. Nicolas tinha 17 anos.

Conforme a autoridade policial, o adolescente também participou da morte de Edilson da Silva Brito, que aconteceu no dia 30 de dezembro de 2017, na rua Cachoeira, bairro São Raimundo. Na época, o menor infrator, junto com um comparsa, efetuou tiros em direção a Edilson. Ao longo das investigações, foi constatado que a dupla havia cometido o delito, pois a vítima pertencia a uma organização criminosa rival. Edilson tinha 27 anos. “Esse adolescente é um indivíduo de alta periculosidade. Após recebermos essas informações da equipe da DEHS, formalizamos os procedimentos e representamos à Justiça o pedido de busca e apreensão em nome dele. A ordem judicial foi prontamente expedida pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do Juizado da Infância e Juventude Infracional”, explicou Benelli.

O titular da Deaai destacou que na noite de terça-feira (06/11), policiais militares da 21ª Cicom estavam realizando patrulhamento de rotina pela travessa Európio, bairro Vila da Prata, zona oeste da cidade, quando avistaram o adolescente em atitude suspeita. Durante revista, a guarnição encontrou com ele um revólver calibre 38, com a numeração suprimida e seis munições. O menor infrator foi levado para a Deaai, onde foi verificada a existência, em aberto, de mandado de busca e apreensão em nome dele.

O adolescente irá responder por ato infracional análogo aos crimes de homicídio qualificado e porte de arma de fogo de uso restrito. Ao término dos procedimentos cabíveis na Deaai, ele será levado ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE-AM) e, posteriormente, conduzido à Unidade de Internação Provisória (UIP), localizada na avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus.

FOTO: DIVULGAÇÃO/ASSIMP PC-AM