A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do Posto de Policiamento Integrado (PPI) do Distrito de Cacau Pirêra, em conjunto com policiais civis do 31° Distrito Interativo de Polícia (DIP), situada em Iranduba, distante 27 quilômetros em linha reta da capital, sob o comando das delegadas Suely Costa e Sylvia Laureana, respectivamente titulares das unidades policiais, cumpriu, na manhã desta segunda-feira (1º/10), os mandados de prisão preventiva de Nivaldo da Silva Ramos, 25, e Renato Monteiro de Lima, 23, pelos crimes de roubo e homicídio, respectivamente.

De acordo com a delegada, a ordem judicial em nome de Nivaldo foi expedida no dia 18 de outubro de 2017, pelo Juiz Jorsenildo Dourado Nascimento da 1ª Vara de Iranduba. Já o mandado de prisão preventiva em nome de Renato foi expedido 21 de setembro do ano corrente, pelo Juiz Carlos Henrique Jardim da Silva da 2ª Vara do mesmo município.

“Após investigações nos deslocamos até os endereços informados com objetivo de realizar as prisões dos infratores. Encontramos Nivaldo em via pública, na rua Igarapé, bairro Mutirão, e efetuamos a prisão dele. Posteriormente, verificamos que Renato estava na rua Dois e após abordagem lhe foi dado voz de prisão. Eles foram presos próximo das residências onde moram, aqui no Cacau Pirêira”, explicou a delegada.

Crimes – Conforme Suely, Nivaldo tem envolvimento no roubo de um moto-taxista que ocorreu no dia 30 de abril de 2015, por volta das 14h, na segunda etapa do bairro Compensa, zona oeste de Manaus. Já Renato é autor do homicídio de um homem de 34 anos, fato ocorrido no dia 7 de outubro de 2017, na Estrada Estadual Manoel Urbano, no Distrito de Cacau Pirêra. Segundo a autoridade policial, o infrator cometeu o crime por suspeitar que a vítima havia furtado uma aparelho celular de um conhecido.

Trâmites – Após os procedimentos cabíveis, a delegada explicou que Nivaldo e Renato serão encaminhados a Central de Recebimento e Triagem (CRT) do Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde ficarão à disposição da Justiça.

Nivaldo da Silva Ramos
Renato Monteiro de Lima

FOTOS: DIVULGAÇÃO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here