Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

-publicidade-

Polícia impede homicídios e detém três criminosos em ações na zona leste

Policiais militares da 14ª e 4ª Companhias Interativas Comunitárias (Cicoms) impediram tentativas de homicídio, detiveram três homens e apreenderam armas brancas, em ações distintas ocorridas entre a manhã de sábado (29/05) e noite de domingo (30/05), na zona leste da capital.

No sábado, por volta das 8h25, policiais militares da 4ª Cicom na viatura 6052 foram acionados pelo Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) para verificar uma ocorrência de agressão na rua Canindé, no bairro Grande Vitória. No local, os militares constataram que um homem de 48 anos havia tentado matar um jovem de 19 com uma faca, mas fora impedido. Diante do flagrante, vítima e autor foram conduzidos ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

No domingo, por volta das 9h, a equipe policial da viatura 6202, da 14ª Cicom, deteve um homem de 31 anos envolvido em situação de lesão corporal, ocorrida em uma igreja, ao averiguar tumulto durante patrulhamento na rua das Rosas, no bairro Jorge Teixeira. No local, No local, a vítima, um homem de 49 anos, relatou que o autor, de 31, seria enteado dele e teria invadido a igreja para tentar agredi-lo utilizando uma faca, mas fora impedido por membros da congregação. O suspeito foi conduzido ao 14º DIP.

Em outra ocorrência, por volta de 21h30 de domingo, os policiais da viatura 6199, da 14ª Cicom, detiveram um homem de 48 anos que atentou contra a vida da ex-mulher, de 45 anos, e do filho dela, de 26. Um adolescente de 16 anos, que não era membro da família, também havia se envolvido no conflito e foi atingido na região do abdômen. Todos foram socorridos e encaminhados ao Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo (HPS), onde seguem internados. O suspeito foi apresentado à Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) para os procedimentos legais.

Denúncia – A Polícia Militar orienta à população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, através do disque-denúncia 181 ou pelo 190.

FOTO: Divulgação/PMAM

-publicidade-