As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Policia Militar recebe lancha para combate ao tráfico de drogas em Parintins

LanchaEm combate ao tráfico de drogas e aos diversos delitos que acontecem em Parintins, em especial na parte fluvial, o 11º Batalhão Tupinambarana ao comando do Tenente Coronel Valadares Junior, recebeu na sexta-feira, 03, uma lancha com motor 115 HP de médio porte, de nome Mawyana. O Tenente Coronel Valadares Junior comenta que essa embarcação já se vinha amadurecendo a aquisição há algum tempo, sendo esta uma embarcação de suma importância no fortalecimento do trabalho da Policia Militar.

O Tenente Coronel destaca que a embarcação veio através de um convenio de número 773617/2012 junto a Secretaria Nacional de Segurança Pública e o projeto ESFRON que visa o combate ao tráfico de entorpecentes nas fronteiras e divisas de Estado. Segundo Ele conseguimos adquirir essa embarcação que vai servir a todos os municípios que estão sobre a jurisdição do 11º Batalhão Tupinambarana em especial a cidade de Nhamundá que faz divisa com o Estado do Pará, mais que ficará sediado aqui em Parintins, por conta da estrutura que temos na cidade.

Valadares informa que essa decisão foi tomada, devido o efetivo que consta em Parintins ser maior, mas que uma equipe irá se deslocar eventualmente até os outros municípios para atender as ocorrências e inibir o tráfico de drogas através de estudos e planejamentos se deslocando rapidamente pelos rios.

O Comandante ressalta que usarão a lancha o mais rápido possível, já que existe inúmeras denuncias na área fluvial, onde as tropas serão deslocadas, principalmente nos finais de semana, onde algumas pessoas de deslocam da cidade para realizar badernas em interiores e outros locais fora da cidade ingerindo bebidas alcoólicas.

O Chefe do Batalhão afirma ainda o apoio às comunidades rurais com relação à realização de visitas e apoios as ocorrências com maior rapidez. “Estamos agora verificando o local onde ficará guardada a lancha, finalizando a questão da documentação para podermos atuar de forma regular junto aos órgãos competentes que fiscalizam esse tipo de situação”.

Kedson Silva | Parintins 24 Horas