A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), cumpriu mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado em nome de Walberthe Vieira Cabral, 21, conhecido como “Pimenta”, pela autoria da morte do advogado Delano José da Silva, golpeado a facadas no dia 8 de novembro deste ano. A vítima tinha 43 anos. A prisão ocorreu na tarde da última sexta-feira (30/11), por volta das 16h.

Walberthe foi apresentado na manhã desta segunda-feira (3/12), durante coletiva de imprensa realizada às 9h30, no prédio da DEHS. Além do delegado titular da especializada, Orlando Amaral, estiveram presentes no local o secretário da Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), coronel Amadeu Soares, e o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Amazonas (OAB-AM), Marco Aurélio Choy.

De acordo com Amadeu Soares, as investigações em torno do crime ocorreram de maneira rápida, uma vez que a polícia tinha imagens das câmeras de segurança do estabelecimento comercial onde aconteceu o delito. “O caso se deu por conta de uma briga de bar que acabou culminando na morte. Neste mês foram elucidados dois casos envolvendo advogados e os policiais civis da DEHS conseguiram elucidar mais esse crime com rapidez e eficiência”, declarou.

Conforme o delegado Orlando Amaral, o crime aconteceu em um bar situado na rua Iritama, Conjunto Américo Medeiros, bairro Cidade Nova, zona norte da capital. A ação criminosa foi registrada por câmeras de segurança instaladas próximas ao local do fato. As imagens foram analisadas pelos policiais civis da especializada, que conseguiram identificar o autor do homicídio.

Prisão – O titular da DEHS destacou que na tarde da última sexta-feira (30/11), Walberthe se apresentou na delegacia, onde os policiais civis deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva em nome dele. A ordem judicial foi expedida pelo juiz Henrique Veiga Lima, no Plantão Criminal. Em depoimento na delegacia, o jovem confessou a autoria do delito e argumentou que a vítima havia se interessado pela companheira dele.

“Apuramos durante nossas investigações que no dia fato Delano havia discutido com a dona do estabelecimento, que era namorada dele. Ao longo da discussão, a mulher havia pegado uma faca, mas ao se acalmar, deixou o objeto em cima de um freezer. Após isso, a confusão continuou. No entanto, dessa vez com a namorada de Walberthe. A partir disso, o jovem interveio e pegou a faca, desferindo os golpes no advogado”, explicou Amaral.

Indiciamento – Walberthe foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis na DEHS, o infrator será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

O presidente da OAB parabenizou o trabalho desempenhado pela equipe da DEHS e destacou a rapidez em realizar todos os procedimentos cabíveis para identificar e prender o autor do crime. “Nós da OAB estamos acompanhando desde as primeiras horas o caso do nosso colega Delano. Foi realmente um excelente trabalho do delegado Orlando Amaral e de toda a equipe da DEHS. Agora, iremos acompanhar também o processo penal, assim como qualquer outro advogado que venha a ser vítima de um crime dessa natureza”, argumentou.

FOTO: Erlon Rodrigues / Assessoria de Imprensa da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here