A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado-geral da instituição, Mariolino Brito, e pelo delegado Mateus Moreira, diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), falou durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (22), às 10h30, na balsa da Delegacia Fluvial (Deflu), posicionada no Porto Privatizado de Manaus, bairro Centro, zona sul, sobre a recuperação de 53 motocicletas e três carros roubados ou furtados na capital, apreendidos durante operação nos municípios de Urucará, São Sebastião do Uatumã e Itapiranga. A balsa trazendo os veículos apreendidos chegou em Manaus na manhã de hoje.

O coronel Klinger Paiva, secretário da Secretaria Executiva Adjunta de Operações Integradas (Seaop), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), também esteve presente na coletiva de imprensa. Na ocasião, Mateus Moreira informou que as ações, nos municípios de Urucará, São Sebastião do Uatumã e Itapiranga, distantes, respectivamente, 261, 247 e 227 quilômetros em linha reta da capital, foram realizadas nos dias 11, 12 e 13 de junho deste ano.

Conforme Mariolino Brito, a ação envolveu policiais civis lotados no DPI, Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Urucará, DIP de São Sebastião do Uatumã e a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv). Os trabalhos contaram, ainda, com o reforço de servidores lotados na Seaop.

Os veículos eram adulterados e circulavam com documentos falsos nos três municípios onde a operaço policial foi deflagrada.

“Esses veículos estavam com placas clonadas e chassis adulterados. Estamos mostrando resultado positivo dessa ação. Agora o próximo passo é devolver aos legítimos donos as motocicletas e carros que foram roubados e furtados. Manaus é uma cidade costeira, normalmente esses veículos saem daqui pelas estradas e posteriormente trocados ou vendidos por valores bem abaixo do mercado”, explicou o delegado-geral.

Operação – Ao longo da coletiva de impressa, Mateus Moreira disse que os trabalhos investigativos iniciaram há aproximadamente um mês, onde foi constatado que motocicletas roubadas e furtadas estavam circulando normalmente na região de São Sebastião do Uatumã.

“Os infratores colocam placas que não tem restrição de roubo ou furto nas motocicletas. Eles também remarcam o chassi, para que o veículo aparente estar legalizado. Realizamos um trabalho investigativo com os peritos do Instituto de Criminalística (IC), que identificaram a procedência criminosa das motocicletas e automóveis”, declarou Moreira.

Tráfico de drogas e associação para o tráfico – O diretor do DIP disse, ainda, que durante a operação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão. A ação também resultou nas prisões, em flagrante, de Adinael Pereira da Costa, 34, e Arildo Azevedo Lopes, 22, além de apreender um adolescente de 17 anos. Eles vão responder por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Os indivíduos que estavam circulando com os veículos recuperados serão investigados e, posteriormente, indiciados por receptação.

A ação contou com o apoio operacional de servidores da Seaop. “Estivemos presentes na operação para dar o total apoio aos policiais civis. Conseguimos identificar as pessoas que estavam circulando com os veículos de placas clonadas”, argumentou Klinger Paiva.

Devolução – Para concluir, o delegado Mariolino Brito destacou que os veículos serão encaminhados para o pátio da Derfv. “Os proprietários já foram identificados e serão notificados para receberem os veículos”, pontuou Brito.

*FOTOS:* ROBERTO CARLOS/SECOM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here