Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais civis cumprem mandado de prisão preventiva por homicídio na zona Leste

-publicidade-

Jayson de Almeida Antunes
Jayson de Almeida Antunes

A equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob a coordenação do delegado titular Ivo Martins, prendeu na manhã desta quinta-feira, 5, Jayson de Almeida Antunes, 35, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no dia 7 de outubro de 2014, pelo juiz Anésio Rocha Pinheiro, da 2ª Vara do Tribunal do Júri. O homem é apontado como autor do homicídio de Ronilson Vieira do Vale, 33.

Jayson foi preso em uma residência na Rua Índio Ajuricaba, Bairro Zumbi 2, zona Leste, após os policiais da DEHS receberem uma denúncia indicando o endereço onde ele se encontrava. Ao chegarem ao local, os agentes deram voz de prisão e cumpriram o mandado pelo crime que o homem cometeu no dia 27 de setembro de 2014, por volta das 20h, em uma residência localizada na Rua São Pedro, Bairro Gilberto Mestrinho, na mesma zona da cidade.

De acordo com o titular da especializada, Ronilson era pai de uma menina de 13 anos e não aceitava o relacionamento da filha com Jayson, o que teria motivado o homicídio. “Na ocasião do crime, o pai da adolescente foi até a casa de Jayson e os dois tiveram um desentendimento que resultou em luta corporal. Quando o homem caiu no chão, ele foi alvejado com dois tiros nas costas disparados por uma arma de fogo calibre 38”, falou a autoridade policial.

Conforme Ivo Martins, Jayson confessou o crime e contou que mantinha um relacionamento com a jovem há sete meses. “Consta também no nosso sistema que a vítima já havia registrado um boletim de ocorrência denunciando Jayson por estupro de vulnerável, por conta do namoro da filha. Por mais que a relação do casal não fosse forçada, isto se configurava crime, pois ela tem menos de 14 anos”, ressaltou ele.

Ao término dos procedimentos policiais, Jayson, que já tem passagem por porte ilegal de arma de fogo no ano de 2014, será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde responderá pelo crime de homicídio qualificado.

-publicidade-