As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Policiais civis cumprem oito mandados de prisão em nome de torcedores envolvidos em agressões a policiais militares

O delegado titular do 27º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Márcio André Campos, apresentou na manhã desta quarta-feira, dia 23, durante coletiva de imprensa realizada no prédio da Delegacia Geral, oito homens envolvidos em agressões físicas aos policiais militares Jeferson Jesus de Castro, 23, e André Luís Silva do Rosário, no dia 20 de dezembro de 2015. André não resistiu aos ferimentos e veio a óbito nove dias após o ataque. Ele tinha 32 anos.

Adenil Junio Osório da Silva, o “Osório”, 19; Ícaro de Oliveira Vasconcelos, 25, chamado de “Farol”; Janderson Souza Mota, 20, conhecido como “Jan”; José Paulo Gonçalves Sales, 22, o “Paulinho”; José Maria Tamborini Junior, 21, o “Junior Doido”; Jorge Mota da Silva Filho, 40, chamado de “Jorgete”; Eloilson Cruz de Oliveira, 31, o “Eloi”; e João Paulo Souza da Silva, 27, conhecido como “Jota”, foram presos em cumprimento a mandados de prisão expedidos na última segunda-feira, dia 21, pela juíza da 11ª Vara Criminal, Eulinete Tribuzy.

De acordo com a autoridade policial, os oito indivíduos foram presos na manhã da última terça-feira, dia 22, durante ação conjunta envolvendo policiais da 2ª Seccional Norte e 5ª Seccional Centro-Sul, sob a coordenação, respectivamente, dos delegados titulares Fernando Bezerra e Alessandro Albino. As prisões foram efetuadas em bairros distintos de Manaus: Betânia, Cachoeirinha e Japiim na zona Sul; Flores, na zona Centro-Sul; Santo Antônio, na zona Oeste, e Conjunto Osvaldo Frota, no bairro Cidade Nova, zona Norte.

“Nós chegamos à identificação dos primeiros infratores por meio de fotografias e acesso a conversas de um grupo de aplicativo de celular, mantido por integrantes de uma torcida de futebol. Em seguida, eles foram notificados para comparecer à delegacia para prestar esclarecimentos sobre o fato e, durante as oitivas, conseguimos chegar aos outros indivíduos”, explicou Márcio André.

O delegado explicou que as agressões aconteceram na noite do dia 20 de dezembro de 2015, por volta das 21h30, em um espaço comunitário situado na Rua Canutama, antiga Rua 193, núcleo 16 do bairro Novo Aleixo, zona Norte da capital. No local ocorria uma confraternização de torcedores da Força Jovem do Vasco e Terror Bicolor do Paysandu. A festa, segundo os infratores, já estava no final e no lugar estavam entre 50 a 80 pessoas.

“Na ocasião, os policiais militares foram agredidos pelos torcedores. As vítimas foram socorridas e conduzidas ao Hospital e Pronto-Socorro Doutor João Lúcio Pereira Machado, no bairro Coroado, zona Leste, onde receberam atendimento médico. André faleceu nove dias depois e Jeferson recebeu alta médica logo após o ocorrido”, resumiu o titular do 27º DIP.

Sobre a motivação dos crimes, Campos informou que existem duas versões: a primeira é de que os policiais militares teriam ido ao local com a intenção de capturar dois suspeitos de roubo, ocorrido momentos antes. A vítima seria a esposa de André. A outra versão dada é de que André e Jeferson teriam chegado ao local realizando abordagem ríspida, agredindo os participantes da confraternização e efetuando disparos para o alto. “As investigações prosseguem no sentido de identificar a versão verdadeira”, disse.

Márcio André enfatizou que além dos oito infratores presos, outros três indivíduos estão sendo procurados pela polícia: Guilherme Augusto Lopes Castro, 19; Hetz da Costa Bentes, 28, conhecido como “Cabeludo”, e outro homem identificado até o momento como Sicley. “Guilherme estaria em Santarém (PA) e Hetz no estado do Amapá. A polícia ainda investiga se outros indivíduos estão envolvidos no caso”, pontuou.

Diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) da Polícia Civil do Estado do Amazonas, o delegado Rozenildo Benedetto representou o delegado geral em exercício da instituição, Izair Soares da Silva, durante a coletiva de imprensa e elogiou a ação dos policiais civis que atuaram no caso. “Foi um brilhante trabalho investigativo realizado pela Polícia Civil, que resultou na identificação desses oito indivíduos e em uma resposta eficiente à sociedade sobre o crime”, afirmou.

Adenil, Ícaro, Janderson, José Paulo, José Maria, Jorge, Eloilson e João Paulo foram indiciados por lesão corporal seguida de homicídio e lesão corporal. Após os procedimentos legais, eles serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão permanecer à disposição da Justiça.

Quem puder colaborar com informações que levem às localizações de Guilherme, Hetz e Sicley, entrar em contato com a equipe do 27º DIP por meio dos números de telefone: (92) 3646-0906, 3636-1503 ou 3646-2054. Asseguramos o sigilo da identidade dos informantes.

você pode gostar também