Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais civis de São Paulo de Olivença prendem seis pessoas envolvidas em homicídio

-publicidade-

Edigar, Nixon e Genilson. Respectivamente da esquerda para direita
Edigar, Nixon e Genilson. Respectivamente da esquerda para direita

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da 52ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), do município de São Paulo de Olivença, distante 985 quilômetros em linha reta de Manaus, realizou na manhã deste sábado, 21, a prisão de seis pessoas envolvidas no homicídio do estivador, Zenildo Mariano da Costa, 23. O crime ocorreu na Rua Jasão Alves dos Santos, bairro Santa Terezinha.

A ação, comandada pelo delegado titular, José Afonso Barradas, contou com apoio da Polícia Militar (PM). Zilder Galvão Torres, 49, conhecido como “Balhuca”, Eriberto Pacaio Torres, 30, o “Sango”, Gerenilson Sumáia de Lima, 22, o “Jejeco”, Ezequias da Silva Bernardo, 18, conhecido como “Zequias”, Nixon Pacaio Torres, 22, e Edgar Torres, 30, foram presos como apontados pela autoria do crime.

Eriberto, Zequias e Vilder. Respectivamente da esquerda para direita
Eriberto, Zequias e Vilder. Respectivamente da esquerda para direita

De acordo com a autoridade policial, os seis homens e a vítima estavam consumindo bebidas alcoólicas no bar “Vascaínos”, por volta de 22h de ontem, quando se envolveram em uma confusão. A vítima teria tentado apartar a briga, atitude que gerou revolta nos outros envolvidos.

Após a confusão, por volta de meia noite, Zenildo teria saído do local e ido ao bar “Recanto do Guerreiro”, mas o estabelecimento estava fechado. Às 2h40 da madrugada, o homem teria retornado para a residência dele junto com a companheira, Patrícia Aguiar Lucas, 20, quando os dois foram abordados pelos mesmos homens envolvidos na confusão do primeiro bar. Zenildo foi espancado e esfaqueado.

“Os homens esperaram o estivador e a companheira chegarem em uma rua escura e de pouca movimentação para abordá-los. Zilder acertou a cabeça da vítima com um pedaço de madeira e os outros homens teriam espancado Zenildo com chutes, além de desferirem 6 facadas contra ele. No momento do ataque, Patrícia correu para pedir ajuda” enfatizou o delegado.

A namorada do homem foi à delegacia do município e, em depoimento, denunciou os suspeitos. “Começamos a investigação para procurar os envolvidos. Primeiro, por volta de 9h da manhã de hoje, encontramos Zilder, Eriberto e Gerenilson na residência da sogra de Zilder, no bairro Santa Teresinha. Ezequias, Nixon e Edgar foram presos no porto da cidade, tentado fugir de lancha para a comunidade Santa Rita do Well, detalhou a autoridade policial.

Os policiais apreenderam quatro facas e os homens foram conduzido à delegacia do município. Os seis foram autuados por homicídio qualificado por motivo torpe, como previsto no Artigo 121, parágrafo 2ª do Código Penal Brasileiro. Ao termino dos procedimentos legais, eles ficarão presos na unidade policial, ficando à disposição da Justiça.

-publicidade-