Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais civis prendem homem apontado como autor de estupro e furto qualificado

-publicidade-

Paulo Victor Sadala Henriques
Paulo Victor Sadala Henriques

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 19° Distrito Integrado de Polícia (DIP), em parceria com policiais civis do 5° Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu na noite da última quinta-feira, 26, o ajudante de pedreiro, Paulo Victor Sadala Henriques, 35. No mesmo dia, ele teria cometido dois furtos e estuprado uma manicure de 29 anos.
O homem foi localizado, por volta das 21h de ontem, na casa onde residia, que fica na Rua Kamaiurá, no bairro Redenção, zona Centro-Oeste de Manaus. De acordo com a delegada plantonista do 19° DIP, responsável pela autuação, Alessandra Braga, o ajudante de pedreiro já conhecia a vítima há pelo menos três anos.

“A mulher veio do interior do Amazonas para morar na casa de uma amiga e procurar emprego. Esta amiga era enteada de Paulo Victor e todos moravam no mesmo local. Ele passou todo este tempo assediando a mulher e sempre dizia que só não a agarrava porque era evangélico e a religião não permitia”, informou Alessandra.

A autoridade policial relatou que, na manhã de ontem, 26, por volta de 7h, a manicure estava dormindo na cama dela, quando foi acordada por Paulo Victor. O homem usou uma arma de fogo para ameaçá-la, colocando o objeto na cabeça da vítima, e anunciou que iria estuprá-la. Ainda segundo informações repassadas pela equipe do 19° DIP, a agressão sexual durou cerca de 30 minutos, mas não foi consumada porque o ajudante de pedreiro havia usado cocaína e álcool.

“Após cometer o crime, o homem levou R$ 80,00 e um frasco de perfume da vítima. Ainda sob o efeito de drogas, Paulo Victor chegou a furtar outra pessoa. O delito ocorreu em via pública, na Rua comendador J.G. Araújo, bairro santo Antônio, zona Oeste. A vítima deste segundo crime registrou um Boletim de Ocorrência no 5º DIP. No momento de checar as informações de Paulo Victor, os servidores da unidade policial descobriram que já existia um BO no 19º DIP, registrado no mesmo dia, que ligava o nome dele ao estupro da manicure”, explicou a delegada plantonista.

O agressor foi encaminhado ao 19º DIP, onde confessou todos os delitos que havia cometido. Na delegacia, ele foi autuado pelo crime de estupro (Artigo 213 do Código Penal Brasileiro) e furto qualificado (Artigo 155, inciso 4 do CPB). Na unidade policial, ficou constatado ainda que ele já respondia por mais dois processos referentes a roubos realizados no ano passado

Após o término de todos os procedimentos legais, Paulo Victor Sadala Henriques será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde deverá permanecer à disposição da Justiça.

-publicidade-