Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais civis prendem homens envolvidos no assassinato de uma jovem em dezembro do ano passado

-publicidade-

JADSON E FÁBIO
JADSON E FÁBIO

A Polícia Civil, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob a coordenação do delegado titular, Ivo Martins, deflagrou uma ação policial realizada em Manaus e no município de Alenquer, no estado do Pará (PA), que resultou nas prisões de Jadson Carvalho da Silva, 25, conhecido como “Dinha”, e Fábio Pinto Rodrigues, 33.

A dupla foi apresentada na tarde desta quinta-feira, 19. Os dois são apontados como autores do homicídio de Lorena Lira Soares, 22, ocorrido no dia 25 de dezembro de 2014, no bairro Armando Mendes, zona Leste de Manaus.

O corpo de Lorena foi encontrado por moradores da área, no dia do crime, por volta das 18h, em um matagal, próximo a um campo de futebol, na Rua Arthur Neto, bairro Armando Mendes, zona Leste. A jovem estava com vários hematomas e um cipó enrolado no pescoço. De acordo o Instituto Médico Legal (IML), a causa da morte dela foi por estrangulamento, além de suspeita de abuso sexual.

A ação policial iniciou na manhã da última terça-feira, 17, com a prisão de Fábio, que foi encontrado na residência dele, situada na Rua do Contorno, no mesmo bairro do crime. Jadson foi preso na tarde do dia 18, quarta-feira, no município de Alenquer, Pará. A prisão de Jadson teve apoio dos policiais civis do PA, lotados naquele município. Ele chegou a Manaus na manhã desta quinta-feira, 19, escoltado por policiais civis da DEHS.

“Desde dezembro investigávamos o caso e o nome dos dois detidos estava, inegavelmente, ligado a diversos fatores que nos levaram a ter certeza da autoria do crime. O próprio Jadson confessou o assassinato em depoimento e disse ter matado Lorena por conta de rixa causada entre traficantes. Ela também era usuária de drogas”, informou a autoridade policial.

Jadson e Fábio foram presos em cumprimento a mandados de prisão, expedido dia 16 de fevereiro de 2015, pela juíza Andréa Jane Silva de Medeiros, do Plantão Criminal, após o delegado Ivo Martins, representar, junto à Justiça, uma série de evidências que comprovavam o envolvimento da dupla no homicídio de Lorena.

Jadson e Fábio irão responder por homicídio duplamente qualificado (Artigo 212, § 2º do Código Penal Brasileiro). Ao término das oitivas, eles serão conduzidos à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão ficar à disposição da Justiça.

Apesar da prisão dos dois, a Polícia civil, por meio da equipe de investigação da DEHS, continuará investigando o caso para chegar a outras possíveis pessoas envolvidas na morte da vítima.

-publicidade-