As Principais Notícias do Estado do Amazonas estão aqui!

Policiais da 31ª DIP registram flagrante por tráfico de drogas de foragido da Justiça recapturado em Iranduba

IMG_5761
Jociel dos Santos Trindade

A equipe de investigação da 31ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Iranduba, município distante 27 quilômetros em linha reta de Manaus, autuou em flagrante no último domingo, dia 1º de março, o foragido da Justiça Jociel dos Santos Trindade, 29, conhecido como “Neguinho”, envolvido com o tráfico de drogas no local.

O homem, foragido do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) desde o mês de fevereiro deste ano, onde cumpria pena por roubo, foi preso por policiais militares lotados em Iranduba, por volta das 21h de anteontem, em via pública, na Rua Liberman Moreno, bairro Morada do Sol, naquele município.

Durante abordagem e vistoria foram apreendidas com ele 46 trouxinhas de substância entorpecente com aparência de cocaína em pó e 22 trouxinhas com característica de maconha. Conduzido à 31ª DIP, “Neguinho” confessou na unidade policial a autoria do homicídio de Alexandro da Silva Vasconcelos, ocorrido no último dia 15 de fevereiro.

“Ele acabou sendo indiciado pela autoria do homicídio de Alexandro, que tinha 32 anos, após confessar, com riqueza de detalhes, como cometeu o delito. O crime aconteceu em via pública, na Rua Deputado Marcos Rotta, bairro Morada do Sol, em Iranduba. Na ocasião, a vítima teve a cabeça atingida por um tijolo e um pedaço de madeira, além de ter o corpo deixado em um barranco”, explicou o delegado titular da unidade policial, Paulo Mavignier.

De acordo com a delegada adjunta da 31ª DIP, Tamara Albano Cunha, as investigações estavam em andamento desde o momento em que a equipe policial tomou conhecimento do crime.

“A equipe policial recebeu a denúncia de que em uma ribanceira nas proximidades de um frigorífico, em Iranduba, havia um corpo. Os investigadores se deslocaram até o local indicado no dia 19 de fevereiro e constataram a veracidade da denúncia. O corpo da vítima foi coberto com folhas para dificultar a localização”, explicou a autoridade policial.

Paulo Mavignier explicou que as investigações apontavam que a motivação do crime seria a disputa pelo ponto de venda de drogas no lugar. “Jociel confessou ter cometido o crime, mas garante que matou a vítima, que era usuária de drogas, por estar muito alterada. “Neguinho” é considerado de alta periculosidade e contou ter vindo a Iranduba a mando do crime organizado em Manaus, para comercializar drogas”, ressaltou o delegado Paulo Mavignier.

Autuado em flagrante por tráfico de drogas e indiciado por homicídio qualificado, o homem permanecerá preso na 31ª DIP, à disposição da Justiça.