d1Na manhã desta segunda-feira, 2, policiais civis lotados na Delegacia Especializada em Combate ao Furto de Energia, Água, Gás e Serviços de Telecomunicações (DECFS), deflagraram operação que resultou na prisão em flagrante do empresário Carlos Roberto Lima de Alencar, 35, por ligação clandestina de energia em um estabelecimento comercial de propriedade dele.

A ação foi coordenada pelo delegado titular da DECFS, Alfredo Dabella, e contou com o apoio das concessionárias Eletrobrás Amazonas Energia e Manaus Ambiental, além de um perito do Instituto de Criminalística (IC).

De acordo com a autoridade policial, a delegacia recebeu uma requisição do Ministério Público Estadual (MPE) para investigar o desvio de energia elétrica e água em um posto de lavagem de caminhões localizado na Avenida Arquiteto José Henrique (antiga Grande Circular), no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte.

No local, os peritos das concessionárias e do IC constataram que havia a ligação clandestina de energia. “Pudemos constatar que o estabelecimento funcionava com energia clandestina puxada diretamente da rede elétrica da concessionária Eletrobrás Amazonas Energia. No local não havia medidor da corrente de energia elétrica e nem mesmo era cadastrado no sistema da concessionária”, declarou Dabella.

A energia utilizada no estabelecimento foi desligada e o proprietário foi conduzido à especializada, onde foi autuado por furto de energia (Artigo 155, parágrafo 3º do Código Penal Brasileiro). O crime prevê pena de um a quatro anos de reclusão, além de multa. Ao término dos procedimentos cabíveis ele será liberado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here