Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais da DEHS prendem dupla e apreendem adolescente envolvidos em esquartejamento

-publicidade-

crimeA Polícia Civil do Amazonas, por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu ao longo de terça-feira, 24, duas pessoas e apreendeu um adolescente de 17 anos envolvidos no homicídio de um homem identificado como Misael. O crime ocorreu no dia 21 de dezembro de 2014, no bairro Tarumã, zona Oeste de Manaus.

Marjorie Kate Ane Justino Paixão, 24, foi presa na residência da avó dela, situada no Beco São José, na Rua Parintins, bairro Aleixo, zona Centro-Sul da capital. Edney Moraes Bastos, 34, conhecido como “Mãozinha”, estava na residência dele, na Rua Praia da Ponta Negra, bairro Parque Riachuelo 2, zona Oeste da cidade.

O adolescente de 17 anos foi apreendido na casa onde morava, na Rua São Jorge, bairro Terra Nova 1, zona Norte de Manaus. O trio estava sendo procurado por envolvimento no delito. Na ocasião, a vítima teve o corpo esquartejado deixado dentro de uma mala, naquele mesmo bairro, nas proximidades da Cachoeira Grande.

O delegado titular da DEHS, Ivo Martins, forneceu detalhes do crime e das investigações que levaram às prisões e na apreensão do adolescente. “Eles se reuniram na casa da Marjorie e lá começaram a beber e usar entorpecentes até o momento em que Misael, que era homossexual, se desentendeu com o adolescente. Foi quando tudo aconteceu”, explicou.

De acordo com a delegada adjunta, Aline Lima, depois de morto, Misael foi esquartejado e teve os pedaços do corpo guardados dentro de uma mala. “A frieza com que eles cometeram o delito chamou a atenção de todos nós da DEHS, uma vez que confessaram o crime e disseram ainda que depois do homicídio alguns foram jogar bola, enquanto Marjorie limpava a casa”, relatou.

Ivo Martins destacou, ainda, que a competência dos peritos do Instituto de Criminalística e a colaboração da população durante as investigações foram imprescindíveis para a elucidação do caso. Durante as diligências, os policiais chegaram à conclusão de que seis pessoas estão envolvidas no homicídio.

Além dos três que foram apresentados durante coletiva de imprensa realizada na sede da especializada na tarde desta quarta-feira, 25, outras três pessoas, identificadas como “Leozinho”, “Balaio” e “Carrapeta” estão sendo procuradas.

Marjorie e Edney foram indiciados por homicídio e ocultação de cadáver (Artigos 121 e 211, respectivamente, do Código Penal). Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ela será encaminhada ao Centro de Detenção Provisório Feminino (CDPF) e Edney será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa.

O adolescente será levado para a Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai).

-publicidade-