Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Policiais da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente cumprem mandado de prisão contra feirante por estupro de vulnerável

Na manhã desta sexta-feira (16/04), por volta das 6h, policiais civis da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriram mandado de prisão preventiva em nome de um feirante de 67 anos, pelo crime de estupro de vulnerável, praticado contra uma menina de 7 anos. Os abusos ocorreram de 2017 até janeiro de 2020.

De acordo com o delegado, Paulo Benelli, que está respondendo interinamente pela Depca, a prisão ocorreu no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. Conforme Benelli, o Inquérito Policial (IPL) foi instaurado na Especializada no dia 30 de novembro de 2020, para apurar o delito de estupro de vulnerável contra a vítima, que relatou que sofria os abusos desde 2017.

“O homem era funcionário dos pais da vítima, e tinha livre acesso à casa onde ela residia, ocasião em que aproveitou para cometer os abusos. Para assegurar a impunidade dos crimes, o indivíduo ainda ameaçava a vítima, dizendo que, caso contasse algo, mataria ela, seus pais e irmãos”, disse o delegado.

Ainda conforme autoridade policial, após ela realizar a denúncia, o investigado fugiu e, desde então, ficou em local incerto por cerca de quatro meses. Porém, após levantamento realizado pela equipe de investigação, foi apurado que o suspeito estava residindo na casa de um amigo no bairro Jorge Teixeira, local onde foi efetuada a prisão dele.

Procedimentos – Conduzido à sede da Depca, o indivíduo foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos trâmites cabíveis, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

FOTO: Erlon Rodrigues/PC-AM

-publicidade-