A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), efetuou na noite de sexta feira, 30, a prisão Harisson de Souto Silva, 30, após ele desferir 12 facadas na ex-namorada, Valéria de Freitas Santana, 20. O crime ocorreu por volta das 11h de ontem, em frente à casa da vítima, no bairro Flores, zona Centro-Sul da cidade.

O suspeito foi interceptado pelos policiais civis por volta das 19h, no Terminal Rodoviário de Manaus, quando tentava fugir para o município de Presidente Figueiredo, distante 107 quilômetros em linha reta de Manaus, acreditando que a ex-companheira teria vindo a óbito.

De acordo com a delegada titular do 12º DIP, Fabíola Queiroz, eles teriam ficado juntos durante quatro meses e Harisson não aceitava o término do relacionamento, ocorrido recentemente. Ao ver a ex-companheira com outro na manhã de ontem, desferiu 12 golpes de faca nas costas da jovem. No momento da ação, o homem que estava com ela deixou o local sem prestar socorro à vítima.

Valéria teria ficado insconsciente por alguns instantes, antes de ser encontrada por familiares e levada ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul, onde foi submetida até o fechamento desta matéria a dois procedimentos cirúrgicos. O quadro de saúde dela é considerado grave, segundo a autoridade policial que está à frente do caso.

“Assim que tomamos conhecimento da ocorrência não medimos esforços para chegar até o agressor, que feriu de maneira tão covarde uma jovem que não teve o mínimo de defesa. O trabalho de investigação contou com a ajuda da família da vítima, além de vizinhos, que também colaboraram bastante com a polícia para que, enfim, chegássemos até Harisson ontem à noite mesmo, apenas algumas horas após o crime”, declarou a delegada.

Em depoimento, Harisson confessou a autoria do crime e justificou que agiu por impulso, tomado pela raiva. Questionado sobre a arma branca utilizada para cometer o delito, uma faca de 10 centímetros, ele alegou que costumava carregar o objeto numa mochila por temer a assaltos.

O padrasto da vítima, Jonas Oliveira, esteve na delegacia durante as diligências do caso e parabenizou o trabalho da equipe de investigadores da Polícia Civil pela celeridade e empenho na elucidação do crime. “Entramos em contato com o 12° DIP e imediatamente recebemos todo o apoio dos policiais. Os investigadores e a delegada Fabíola fizeram um excelente trabalho, prendendo o autor em menos de 24 horas. Agora vamos torcer pela recuperação da nossa querida Valéria”, disse.

Harisson de Souto Silva permanece no 12° DIP, onde estão sendo realizados os procedimentos legais. No local foi autuado por tentativa de homicídio. Ele será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficará à disposição da Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here