Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais do 13º DIP prendem mototaxista procurado por tentativa de homicídio

-publicidade-

Lindomar Santos de OliveiraA Polícia Civil do Amazonas, por meio de servidores do 13º Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu na tarde desta segunda-feira, 23, por volta das 14h, o mototaxista Lindomar Santos de Oliveira, 40, em cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido no dia 4 de novembro de 2013 pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri.

Lindomar estava sendo procurado por envolvimento na tentativa de homicídio da ex-companheira dele, uma dona de casa de 44 anos. O crime ocorreu na residência do então casal, localizada na Rua São Bento, Bairro Braga Mendes, zona Norte da capital, no dia 20 de janeiro de 2012, quando a vítima teve 50% do corpo queimado em decorrência de um incêndio.

O homem foi preso no momento em que procurou a unidade policial para registrar um boletim de ocorrência por conta de um acidente de trânsito que se envolveu em novembro de 2014. De acordo com a delegada titular do 13º DIP, Marna de Miranda, durante o procedimento a equipe verificou a existência do mandado de prisão e adotou os procedimentos cabíveis.

Na ocasião do crime, segundo a autoridade policial, os dois estavam casados há seis anos e tiveram uma discussão que resultou no sinistro. Conforme informações repassadas pela própria vítima, Lindomar a mantinha em cárcere privado há cerca de um mês na época e, para se livrar da violência a qual era submetida, ela teria jogado álcool pela casa e ateado fogo no local. Lindomar teria visto a companheira em chamas e não prestou socorro.

“O juiz entendeu que esse crime se configurou como tentativa de homicídio porque o agressor fugiu do local sem socorrer a vítima e a situação ficou mais grave quando foi constatado que ele também a mantinha em cárcere privado como uma forma de prendê-la para não perdê-la. Essa situação toda resultou em sequelas que até hoje a vítima sofre, além de ter passado dois meses internada em um hospital em estado grave”, explicou a delegada.

Ao término dos procedimentos cabíveis na delegacia, Lindomar será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde permanecerá à disposição da Justiça.

-publicidade-