Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais do 17º DIP prendem quadrilha que desviava mercadoria de supermercado da zona Centro-Sul da cidade

-publicidade-

quadrilhaA Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação do 17º Distrito Integrado de Polícia (DIP), prendeu na tarde da última quinta-feira, 26, por volta das 13h, Amiraldo Souza de Seixas, 47, Francinaldo Martins de Souza, 28, José de Souza Ribeiro, 58 e Armando José de Farias Junior, 41, pelos crimes de furto qualificado tentado e associação criminosa. As prisões ocorreram em via pública, na Rua 25, Conjunto Hiléia 2, bairro Hiléia, zona Centro-Oeste.

O material que estava sendo desviado pertencia a um supermercado localizado na Avenida Torquato Tapajós, zona Centro-Sul. Na ocasião, foram apreendidos 126 fardos de sabão em pó, com 30 pacotes cada, totalizando um prejuízo de R$ 5.506,20 para o estabelecimento comercial.

De acordo com o delegado titular do 17º DIP, Tarson Yuri, por meio de uma denúncia anônima feita ontem, 26, a equipe de investigação da delegacia ficou sabendo do possível desvio de carga que estava ocorrendo no supermercado. “Os investigadores se deslocaram ao endereço denunciado e confirmaram a informação. Os homens estavam utilizando um caminhão de frete para transportar as mercadorias e um caminhão baú para armazenar os produtos”, informou.

O titular da delegacia explicou que Armando José era funcionário do supermercado e trabalhava como conferente do local. Segundo o depoimento dos outros três investigados, ele foi o mentor do crime. O homem seria o responsável por repassar todas as informações sobre dia, horário e como seria feito o desvio da mercadoria.

“Cada um deles receberia um valor após a venda do material. Armando ganharia R$ 25 reais por cada fardo e os outros três, R$ 5 reais. Não sabemos se outros desvios foram feitos, mas ainda estamos investigando junto ao responsável do supermercado. Também vamos trabalhar para chegar ao possível receptador da carga”, disse a autoridade policial.

O delegado informou que o sabão apreendido foi devolvido para o supermercado, conforme apresentação de nota fiscal. Os carros utilizados nos transportes da carga também foram entregues aos respectivos donos, os quais foram ouvidos na delegacia e informaram que não sabiam da utilização dos veículos na prática ilícita.

Após a realização dos procedimentos na delegacia, os quatro foram encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

-publicidade-