Take a fresh look at your lifestyle.

Policiais do 1º DIP prendem dupla denunciada por comercializar drogas na zona Sul da cidade

-publicidade-

Alexandre Henrique da Silva Freitas, 23, conhecido como “Wilicat” e Waldir Cardoso Miranda Júnior, 21
Alexandre Henrique da Silva Freitas, 23, conhecido como “Wilicat” e Waldir Cardoso Miranda Júnior, 21

A Polícia Civil do Amazonas, por meio dos investigadores que integram a equipe Power do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), coordenados pelo delegado titular, Rodrigo de Sá, prendeu no fim da tarde de quarta-feira, 4, por volta das 17h, Alexandre Henrique da Silva Freitas, 23, conhecido como “Wilicat” e Waldir Cardoso Miranda Júnior, 21, em uma estância localizada no Beco e Rua Nhamundá, no bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul de Manaus.

Os policiais chegaram até eles após o recebimento de denúncias anônimas, informando a comercialização de drogas no endereço citado, que é conhecido como “área vermelha”. Ao chegarem ao lugar, eles confirmaram a veracidade das informações e deram voz de prisão à dupla.

Com Alexandre e Waldir foram apreendidas 33 trouxinhas de substância entorpecente com aparência de skunk, espécie de maconha produzida em laboratório; 12 trouxinhas de substância com características de pasta base de cocaína e 23 trouxinhas de substância com aparência de cocaína, além de uma balança de precisão.

De acordo com o delegado Rodrigo de Sá, as prisões ocorreram a partir de investigações e de um mapeamento que está sendo feito há um mês daquela região. “Desde que assumimos o 1º DIP estamos realizando um levantamento a fim de identificarmos os pontos de vendas de drogas nesta área para começarmos a agir”, frisou.

Ainda segundo Rodrigo de Sá, grande parte da violência na comunidade está associada ao tráfico doméstico. “Percebemos que esses indivíduos comercializam diferentes tipos de drogas. As prisões deles permitem que a nossa equipe chegue aos grandes traficantes”, frisou Rodrigo de Sá.

Alexandre e Waldir foram autuados por tráfico de drogas (Artigo 33 da Lei nº 11.343/06). Ao término dos procedimentos cabíveis, ambos serão encaminhados à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão à disposição da Justiça.

-publicidade-