Policiais federais saíram às ruas, neste sábado (22), e executaram a Operação Nepsis. O objetivo foi de desarticular organização criminosa responsável pelo contrabando de cigarros, e além disso, combater a corrupção policial que facilitava esses crimes no Mato Grosso Sul, em São Paulo, no Paraná, Rio de Janeiro e em Alagoas.

O contrabando era feito para o Paraguai, na fronteira com o Mato Grosso do Sul. De acordo com a Polícia Federal, a organização criminosa formou um grande grupo de contrabandistas.

Cerca de 280 policiais saíram para cumprir 35 mandados de prisão preventiva, oito de prisão temporária, 12 suspensões de exercício de atividade policial e mais 43 mandados de busca e apreensão em quatro regiões brasileiras.

Entre os presos, existem policiais da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Militar e Civil do Mato Grosso do Sul.

O nome da operação, Nepsis, faz referência a um termo grego que significa vigilância interior, estado mental de atenção plena, e tem como objetivo combater as atividades contrabandistas no que se refere à corrupção do estado.

Com informações da Agência Brasil, reportagem, Sara Rodrigues

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here