Policiais prendem sete criminosos por roubo e furto na zona sul de Manaus

Em uma das ocorrências, homem foi flagrado com seis celulares

A Polícia Militar prendeu sete indivíduos com idade entre 18 e 38 anos, suspeitos de crimes como roubo de aparelhos celulares, além de furtos de fiação elétrica e de equipamentos de ar condicionado de prédios públicos. As ocorrências foram atendidas entre a madrugada de quarta-feira (30/06) e de hoje (1º/07), na zona sul de Manaus.

No bairro Aleixo, por volta de 3h de hoje, policiais militares da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados por agentes de vigilância. A informação era que havia indivíduos furtando a fiação elétrica da avenida André Araújo. No local, três indivíduos, de 38, 30 e 31 anos, foram flagrados e conduzidos ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Mais cedo, por volta de 20h de quarta-feira, a mesma equipe policial havia sido acionada sobre uma ocorrência de furto a um prédio público federal, na rua Marquês da Silveira, bairro Cachoeirinha, e que o suspeito havia sido detido pelos vigilantes patrimoniais.

No local, a equipe constatou a veracidade. Um homem de 28 anos havia tentado furtar um aparelho de ar condicionado. O suspeito foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal no Amazonas.

Em outra ação, por volta de 16h40, militares da 24ª Cicom foram acionados para dar apoio a uma ocorrência de roubo de celular de uma mulher. O suspeito, de 18 anos, já havia sido detido pela população na rua Ipixuna, no Centro, e foi conduzido pelos militares ao 1ºDIP.

Já na madrugada de quarta-feira, por volta de 5h30, outra equipe da 24ª Cicom, em patrulhamento na avenida Eduardo Ribeiro, também no Centro, avistou um indivíduo em atitude suspeita.

Ao perceber a aproximação dos policiais, o homem tentou fugir, mas foi detido e abordado. Durante a revista, os policiais encontraram seis aparelhos celulares. O suspeito foi conduzido ao 1° DIP.

Denúncias – A Polícia Militar orienta a população a informar qualquer ação criminosa a um dos canais de denúncias: 181 ou 190.

FOTO: Divulgação/PMAM