O Ministério Público instaurou procedimento criminal para apurar as denúncias de abuso sexual contra um policial civil que estaria exercendo funções de delegado em Eirunepé, no interior do Amazonas. O caso foi denunciado pela mãe de uma menina ao Conselho Tutelar do Município.

De acordo com a denúncia, o acusado foi flagrado acompanhado de adolescentes e beijando uma menina de 15 anos. As fotos foram feitas em uma festa no ano passado e foi promovida por policiais civis com várias adolescentes. Posteriormente, duas das meninas saíram com o policial e trocaram mensagens por celular.

O Ministério Público pediu à delegacia que o policial seja afastado das funções ou transferido de cidade.

Para a Rede Amazônica, o suspeito negou ter tido envolvimento com as adolescentes e alegou que as fotos são “montagens”. Já a Corregedoria Geral do Sistema de Segurança Pública disse que vai apurar os fatos por meio de sindicância, e a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) disse que o policial foi afastado das funções e que, em Eirunepé, ele não atuava como delegado e, sim, como gestor da unidade policial. Com informações do G1 da Globo.