Take a fresh look at your lifestyle.

-publicidade-

Policlínica Codajás realiza seminário para gestores sobre reabilitação

Na manhã desta quinta-feira (03/12), a Policlínica Codajás, por meio do Centro Especializado em Reabilitação (CER III), realizou um seminário para gestores públicos sobre reabilitação e atendimento a pessoas com deficiência e outras necessidades especiais.

O “CERminário” contou com a participação de diretores de unidades, profissionais de saúde, representantes do Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), da rede de cuidados à pessoa com deficiência da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) e da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), além da presença virtual de representantes do Ministério da Saúde.

“Nosso objetivo é trazer para a discussão a rede municipal e rede estadual, para que todos possam se alinhar, se comunicar, apresentar ideias e melhorar os serviços ofertados às pessoas com deficiência, no que diz respeito à reabilitação”, explicou a coordenadora do CER III, Adriana Miranda.

A programação contou com a apresentação de especialistas na área de gestão, reabilitação e rede de saúde da pessoa com deficiência, além de uma mesa-redonda para apontar os avanços e desafios encontrados nos Centros de Reabilitação.

Na primeira palestra, o mestre em Saúde Pública, Rogério Olmedija, trouxe para o seminário uma apresentação com a definição do que é o CER e as suas diretrizes.

Na sequência veio a fisioterapeuta e doutora em Saúde, Ayrles Mendonça, que expôs sobre a rede de cuidado da pessoa com deficiência e o que rege a legislação. Finalizando o ciclo de palestras, a fisioterapeuta do CER III, Gisele Eguchi, apresentou quais as deficiências existentes para o entendimento da atuação dos Centros de Reabilitação.

O seminário se encerrou com uma mesa-redonda com os coordenadores do CER e representantes da rede de cuidados da pessoa com deficiência do município e do Estado. Segundo a coordenadora, o seminário reúne uma série de ações que serão desenvolvidas no âmbito de atendimento das pessoas que possuem alguma deficiência, como educação continuada e o fortalecimento do grupo condutor municipal e estadual.

FOTO: Divulgação/SES-AM

-publicidade-