Policlínica Gilberto Mestrinho retoma projeto sobre Saúde Mental

As rodas de conversas são realizadas com os servidores da unidade

O projeto “Roda de conversa e saúde mental”, promovido pelo setor de Educação Permanente da Policlínica Gilberto Mestrinho, teve suas atividades retomadas, na quarta-feira (23/06), após a suspensão em 2020, por conta da pandemia de Covid-19.

O projeto foi desenvolvido a partir dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), os fundamentos da Atenção Básica (AB), bem como as garantias dadas pela Constituição Federal de 1988, que prevê saúde, integralidade da assistência, universalidade, equidade, humanização do atendimento e participação social.

O objetivo principal é apoiar e trabalhar nas resoluções de crises e situações que interferem no cotidiano, promovendo aos servidores da unidade momentos de acolhimento e reflexão por meio de um diálogo aberto sobre temas de interesse comum da sociedade e que afetam a qualidade de vida das pessoas.

A coordenadora do setor de Educação Permanente da Policlínica, tenente e enfermeira Luene Fernandes, destaca sobre a relevância do projeto. “É uma forma de acolhimento, humanização e apoio psicológico. Isso viabiliza a boa saúde mental dos nossos servidores e estimula a satisfação no trabalho. Com isso, o servidor com a saúde integral em perfeitas condições produz mais, porque é satisfeito”, explicou.

A Roda de Conversa e Saúde Mental tem como facilitadora a Dra. Maria de Lourdes Silva de Lima, Especialista em Saúde Mental, com ênfase em assuntos como autoestima, depressão e ansiedade.

Alguns temas previstos a serem abordados pela atividade, são a autoestima, dependência química, relações amorosas e resiliência. Ao todo, serão realizadas 14 rodas de conversas presenciais entre os servidores, no período de junho a dezembro deste ano.

FOTO: Divulgação/SES-AM