Take a fresh look at your lifestyle.

POLITICA: Lula se torna réu pela terceira vez

-publicidade-

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornou réu, nesta quinta-feira (13.10), após o juiz da 10ª Vara Federal de Brasília, Vallisney de Souza Oliveira, aceitar a denúncia do Ministério Público Federal, que pedia a abertura de ação penal contra o ex-presidente por crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, tráfico de influência e organização criminosa. Também se tornaram réu, o empresário Marcelo Odbrecht e o sobrinho de Lula Taiguara Rodrigues dos Santos.
De acordo com o MPF, o ex-presidente atuou para favorecer a empreiteira Odebrecht na obtenção de financiamentos junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, o BNDES e outros órgãos sediados em Brasília. Os recursos obtidos pela empreiteira foram utilizados para a realização de obras de engenharia em Angola. Em troca, de acordo com a acusação, a empresa ‘repassou aos envolvidos, valores que, atualizados, passam de 30 milhões de Reais’.
Segundo a denúncia, Lula participou do esquema durante dois períodos. Primeiro, ainda quando era presidente, entre os anos de 2008 e 2010, cometendo corrupção passiva, e entre 2011 e 2015, já sem mandato e com Dilma Rousseff na presidência, Lula teria utilizado de sua influência.
O Ministério Público afirma que a empresa Exergia Brasil, criada em 2009 por Taiguara, sobrinho de Lula é um exemplo de lavagem de dinheiro no suposto esquema. De acordo com a denúncia, a empresa de Taiguara não possuía experiência no ramo de engenharia, mas mesmo assim, fechou 17 contratos junto a Odebrecht para prestação de serviço nas obras realizadas em Angola.
Reportagem, João Paulo Machado

-publicidade-