Prefeito David Almeida inaugura Unidade de Saúde da Família na zona Norte e enfatiza melhorias na saúde

O prefeito de Manaus, David Almeida, inaugurou nesta sexta-feira, 16/7, a Unidade de Saúde da Família (USF) N-60, localizada na BR-174, zona Norte da capital. David destacou as melhorias que a capital está recebendo, enfatizando a saúde básica e os projetos para os próximos meses de gestão.

“Estamos na zona Norte de Manaus, quase na zona rural, na BR-174, área que antes era deixada de lado pelas gestões anteriores. Com essa aqui, no total, nós temos 208 unidades de saúde básica, porém ainda temos vazios assistenciais que vamos corrigir por toda a capital”, assegurou o prefeito.

David enumerou as melhorias que serão feitas em parceria com o Ministério da Saúde, para tornar Manaus referência em atenção básica. “Vamos reformar mais de 60 unidades, construir 20 UBSs (Unidades Básicas de Saúde) nível 4, para substituir as chamadas ‘Casinhas da Família’, essa é nossa meta para os próximos 15 a 20 meses, além de diversas outras melhorias, que, inclusive com a ajuda do governo federal, assinado ontem pelo secretário nacional da Atenção Primária à Saúde, Raphael Parente, aqui presente, teremos o reforço de 600 agentes comunitários, 30 equipes de saúde e muito mais. Nosso objetivo é tornar Manaus referência na saúde básica de qualidade, vocês vão ver o quanto vão reduzir os casos de doença nas unidades do Estado de média e alta complexidade”, salientou Almeida.

A nova unidade da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai funcionar de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h, sendo uma das 65 unidades de saúde da zona Norte, e uma das 208 unidades da capital, entre Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades de Saúde da Família (USFs), Clínicas da Família, policlínicas, Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs) e Laboratórios Distritais.

Na USF N60 serão ofertados os serviços de consulta em clínica médica, de enfermagem, atendimento de pré-natal, acompanhamento de pacientes hipertensos ou diabéticos, planejamento reprodutivo, controle da tuberculose e hanseníase.

Serão realizados procedimentos como curativo, retirada de pontos cirúrgicos, exame preventivo feminino, inalação, vacinação e testes rápido para diagnóstico de HIV, sífilis e hepatite. Além do acompanhamento nutricional de crianças menores de cinco anos, por meio do Programa Leite do Meu Filho e exames para diagnóstico da malária, por ser uma área com índice de transmissão da doença.

Equipes também farão visitas domiciliares, inicialmente com um levantamento da situação das famílias, análise das condições, e agendamento para visita do médico e enfermeiro, prioritariamente para idosos acamados, pessoas com deficiência (PcDs) e outras pessoas com dificuldade de locomoção.

Texto – Maryane Maia / Semcom e Divulgação / Semsa

Foto – Ruan Souza e Marcely Gomes / Semcom